Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Construção da ponte da “Ka Tembe” caminha a bom ritmo

O projecto de construção da ponte sobre a baía de Maputo, ligando o distrito municipal da Ka Tembe à capital moçambicana já começou a dar alguns passos, apesar de ainda não haver datas para o arranque das obras.

Para o efeito, segundo Nelson Nunes, director geral da Empresa de Desenvolvimento de Maputo Sul, já foi concluída a concessão do projecto a um consórcio composto pelas empresas Ascendi, Visabeira e Emocil, na sequência do concurso público internacional lançado em 2008.

Actualmente, decorrem em paralelo a realização de estudos detalhados do projecto, bem como a conclusão da elaboração do pacote financeiro.

O projecto da ponte da Ka Tembe inclui a construção das estradas Ka Tembe/ Ponta d’Ouro e Boane/Bela-Vista, na região sul da província de Maputo, bem como de algumas vias na capital.

Segundo Nunes, todo o projecto está avaliado em 500 milhões de dólares. Entretanto, ainda falta apurar a empresa que vai executar as obras, mas existem vários interessados.

“Para este projecto prevemos um investimento de 500 milhões de dólares e neste momento estamos a fechar o pacote financeiro. Já iniciamos estudos preliminares para podermos arrancar com o projecto. Não temos datas para o arranque, mas este quinquénio o projecto deve estar implementado” defendeu.

De acordo com Nunes, a ponte da Ka Tembe vai desembocar nas proximidades da praça 16 de Junho, mais concretamente na zona da Toyota (a pracinha onde termina a avenida da Organização das Nações Unidas, que será transformada em rotunda.

A Avenida da Organização das Nações Unidas não será mexida, aliás, todos os que usarem a ponte para chegar a capital e que queiram deslocar-se a baixa da cidade, terão que contornar a rotunda e seguir por esta avenida. De referir que a estrada da ponte passará pelas barreiras da Malanga e contará com portagens.

À luz do mesmo projecto, será construída uma estrada ao longo da Avenida Nuno Álvares (uma rodovia que passa pela Pousada dos Caminhos de Ferro de Moçambique) intercalando com a Avenida de Moçambique, na Brigada Montada.

Na avenida 24 de Julho, será construída uma estrada tipo ponte por cima da praça “16 de Junho”, terminando na zona do mercado Malanga na mesma avenida, para ajudar no escoamento do tráfego.

Haverá ainda uma série de vias alternativas que serão reconstruídas para ajudar a descongestionar as entradas e saídas da cidade de Maputo.

Para dar lugar a estas obras, o bairro da Malanga, na cidade de Maputo, e outros do lado da Ka Tembe serão requalificados, um processo que também deverá envolver a transferência de algumas famílias.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!