Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Conhecidos vencedores da décima bienal de artes das TDM

Os artistas plásticos Domingos William Comiche, Faizal Omar Ussumane e Titos Moisés Pelembe são os três grandes vencedores da 10/a Bienal de Artes Plásticas das Telecomunicações de Moçambique (TDM), anunciados na cerimónia de premiação que teve lugar na terça-feira, no Museu Nacional de Arte, em Maputo. Assim, em primeiro lugar ficou Domingos William Comiche, com a obra intitulada “Preserve a Natureza e Não Destrua”, seguido de Faizal Omar Ussumane com “Debate Triangular Entre Culturas e Tradições”, e por fim Titos Moisés Pelembe com ‘Turbulência da Crise Económica Mundial”.

O primeiro classificado recebeu 150 mil Meticais, o segundo 100 mil e o terceiro 50 mil. As obras dos três vencedores foram seleccionados de um grupo de 217 recebidas relativas a várias modalidades, dentre as quais Pintura, Escultura, Cerâmica, Desenho, Gravura, Colagem, Fotografia, Objecto, Assemblagem e Vídeo. A cerimónia de anúncio dos vencedores e a entrega dos prémios marcou a abertura da exposição das 77 obras seleccionadas de 49 artistas participantes.

A mesma decorre até 15 de Novembro próximo. A 10/a mostra de Artes Plásticas realiza-se sob o lema “Espaços de Hoje: Desafios e Limites”. Falando na ocasião, o Presidente do Conselho de Administração da empresa TDM, Joaquim de Carvalho, disse que a premiação, deste ano, aconteceu, pela primeira vez, sem ter em conta as modalidades em que os artistas participaram. Para Carvalho, esta é uma forma de “acabar com a discriminação ou hierarquização das categorias participantes, incentivando, desta forma, a uma maior participação dos artistas”.

Por outro lado, esta 10/a Bienal ocorre numa altura em que foram introduzidas algumas alterações ao regulamento do concurso com vista a coloca-lo dentro dos padrões internacionais. Desta feita, as obras premiadas passam a ficar na posse do autor e caso a TDM desejar adquiri-las terá que negociar com o artista, para além da abertura do concurso a todos os artistas nacionais e estrangeiros, residentes ou não no País, e a não hierarquização das categorias artísticas.

A Bienal de Artes Plásticas da TDM tem por objectivo a catalisação das produções mais recentes das artes plásticas em Moçambique e no mundo, privilegiando a premiação de trabalhos que se destacam pela sua grandeza e criatividade e proporcionar ao público amante a possibilidade de poder acompanhar o mais recente da produção artística.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!