Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Congresso da FRELIMO agendado para 2011

No quadro da sua agenda politica, a Frelimo, partido no poder em Moçambique, deverá reunir-se em 2011 no seu décimo congresso para delinear acções a serem desenvolvidas no futuro. O anúncio foi feito por Manuel Jorge Tomé, membro da Comissão política e “cabeça” de lista da bancada parlamentar da Frelimo pelo círculo eleitoral de Nampula, no decurso da formalização do Gabinete Provincial de Eleições ao nível daquela formação politica.

A última vez que a Frelimo se reuniu em congresso foi em 2006, durante o qual se definiram as estratégias que ditaram a vitória retumbante do partido e dos seus candidatos nas últimas eleições autárquicas. Discursando perante quadros do seu partido, Manuel Tomé disse que a Frelimo é um partido com visão e com uma melhor agenda de trabalho. Sublinhou que possui dirigentes competentes e com espírito de liderança, facto que pode ser testemunhado pelo próprio povo.

Em relação às eleições gerais de 28 de Outubro, Tomé disse que a meta do partido é ganhar de forma esmagadora, por forma a elevar o seu número de assentos na Assembleia da República e nas novas Assembleias Provinciais. Nós que temos que ganhar essas eleições e de forma inequívoca. Temos que obter melhores resultados do que aqueles que obtivemos em 2004. Disse, repetidas vezes, aos membros da Frelimo presentes no encontro, afirmando que Armando Guebuza, candidato da Frelimo, é o virtual vencedor das eleições presidenciais deste ano. E para que o sonho se torne em realidade, o “cabeça” de lista no maior círculo eleitoral do país apelou aos quadros do partido no poder para um maior empenho ao trabalho de mobilização popular e na divulgação do manifesto eleitoral.

Disse que o trabalho deve começar com a formalização dos gabinetes das eleições ao nível da província e distritos. Saliente-se que 80 membros, entre juristas, docentes, empresários, jornalistas e funcionários do aparelho do Partido e do Estado a vários níveis, compõem o Gabinete provincial de Eleições de Nampula. Agostinho Trinta, 1º secretário do Comité Provincial, e Felismino Tocoli, governador da província, desempenham as funções de chefe e chefe-adjunto, respectivamente.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!