Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Concerto de música em Maxaquene

Jovens cantores de vários bairros suburbanos da cidade de Maputo realizam amanhã, sábado, 08 de Fevereiro, no bairro de Maxaquene mais uma “Tarde de Hip-Hop”, sob o lema “o mundo precisa de nós”.

O evento que vem decorrendo em diversas partes do subúrbio de Maputo, tendo como objectivo de chamar a juventude para contribuir com acções concretas – através da música – na suavização das catástrofes sociais que se abatem sobre aquela camada social, incluindo os demais moçambicanos como, por exemplo, os que neste momento estão a enfrentar grandes dificuldades em resultado das cheias.

“O mundo precisa de nós” porque ainda que muitos artistas não percebam, no final, ao cantar músicas com uma boa composição acabam por desviar a camada social mais jovens de alguns caminhos inviáveis como, por exemplo, o consumo de drogas, a prática de prostituição, a criminalidade, entre outros, sobretudo nos bairros suburbanos.

É dessa forma que Ernesto Kenneth, o responsável do evento explica a razão da escolha do mote para a quarta edição de um evento que se realiza desde o ano passado em diversos bairro da capital moçambicana.

Com meios precários e escassos, a produção desta iniciativa – que no subúrbio não para de movimentar multidões – é algo espectacular. Os envolvidos associam os seus equipamentos e aproveitam alguns locais espaços, onde, ao abrigo da boa vontade dos seus proprietários, exploram a electricidade para concretizar a iniciativa.

Por exemplo, no ano passado, altura em que se fez a apresentação da peça Kuphanda – ou mesmo que desenrascar a vida – no bairro de Mavalane, associado à actuação de jovens músicos que exploram o Hip-Hip, abordando diversas temáticas como a violência doméstica, a mendicidade infantil, os direitos da criança, a saúde sexual e reprodutiva, com o objectivo de resgatar e promover uma relação de cordialidade no seio familiar e entre os vizinhos nos bairros.

O espectáculo que, neste sábado, 08 de Fevereiro, será realizado no espaço do Namburets Bar (nas proximidades do mercado Carimbo próximo à paragem de Saul) juntará, no mesmo palco, cerca de vinte artistas e grupos de música Rap quase todos residente no subúrbio.

Refere-se à nomes como Comunidade Rhasta, Pax Collabuz, Célebres da Wu, Superlativos, Mentes Assombradas, Icognit Soldiers, Delitantes, A.P, Assembleia da Maldição, Guigas M-Black, Sombras Infernais, Gruta, Sink Mind, Mntores Absolutos e SVO.

No entanto, como também haverá a sessão do Open Mic – um espaço em que qualquer pessoa, aspirante a artista, assim que se sentir inspirado para tal pode apresentar um freestile – o número de participantes pode amentar.

Na ocasião, Faryseu The Ghost Devil, um rapper que prepara seu primeiro trabalho discográfico, apresentará algumas da aludida obra.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!