Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Comissão de ética da federação de atletismo suspende dirigentes do Quénia

Três importantes dirigentes de atletismo do Quénia foram suspensos pela comissão de ética da entidade que comanda o desporto, a Iaaf, por “potencial subversão do processo de controle anti-doping” no país africano.

O presidente da federação de atletismo do Quénia, Isaiah Kiplagat, o vice-presidente David Okeyo e o líder da equipe no campeonato mundial de 2015, Joseph Kinyua, foram suspensos por 180 dias “no interesse da integridade do desporto”, disse a Iaaf em um comunicado nesta segunda-feira.

No mais recente escândalo a atingir o atletismo, o trio também enfrenta acusações de que estaria envolvido em “potencial desvio indevido de fundos recebidos da Nike pela federação do Quénia”.

A Iaaf também afirmou que um caso “foi constatado em relação ao senhor Kiplagat sobre o recebimento, pessoalmente ou pela federação do Quénia, de um aparente presente de dois veículos a motor” da Federação de Atletismo do Catar em 2014-15.

A comissão de ética ressaltou que as suspensões são provisórias e que “de modo algum” prejudicou o resultado da investigação a ser realizada pelo advogado Sharad Rao.

Kiplagat, Okeyo e Kinyua não puderam ser encontrados para comentários.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!