Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

CMCM introduz medidas de protecção dos campos de futebol

O Conselho Municipal da Cidade de Maputo (CMCM) decidiu atribuir o Direito de Uso e Aproveitamento da Terra (DUAT) aos 38 campos de futebol ainda existentes nos seus distritos municipais, para impedir que sejam transformados em infra-estruturas que nada têm a ver com a modalidade.

A decisão foi revelada, quarta-feira, em Maputo, pelo presidente da urbe, David Simango, na cerimónia de inauguração do campo de futebol situado no bairro Albazine, que contou com a presença de membros da comunidade beneficiária, da Federação Moçambicana de Futebol (FMF) e da Federação de Futebol da Bavaria, Alemanha, na qualidade de financiadores.

Simango afirmou que a edilidade decidiu atribuir os DUAT aos poucos campos que ainda restam para impedir que pessoas com outros interesses abocanhem os recintos desportivos visando desenvolver actividades que em nada contribuem para a massificação do desporto rei.

Desta feita, os campos de futebol estarão sob a gestão das comunidades e aquele que tentar contrariar esta decisão se sujeita, segundo Simango, a medidas sérias punitivas porque está a minar a massificação do desporto.

O campo entregue quarta-feira, cujos trabalhos estão avaliados 50 mil dólares americanos, estará sob gestão da Associação Desportiva de Albazine que recebeu, na ocasião material desportivo, incluindo três bolas, luvas de guarda-redes e um enchedor. A Alemanha doou ainda um computador para um melhor armazenamento da informação desportiva.

O novo campo, que carece de algumas intervenções, aguarda ainda a construção de bancadas e o melhoramento do piso para evitar que as pessoas que ali praticarem a modalidade sofram lesões derivadas do mau estado do mesmo.

O presidente da FMF, Feizal Sidat, lançou um forte apelo aos moradores do bairro para tudo fazerem no sentido de preservarem o campo, para que o mesmo seja um “viveiro” de talentos que vão, no futuro, integrar a selecção moçambicana de futebol, os “Mambas”.

O sonho de Sidat é que o novo recinto desportivo sirva também para a prospecção de talentos do sexo feminino que deverão representar o país no mundial feminino da modalidade a ter lugar em 2011 na Alemanha.

Rainer Koch, presidente da Federação de Futebol da Bavaria, disse esperar também que os talentos a serem “lapidados” integrem a selecção nacional que representará o país no mundial de 2014 no Brasil e disputar a final contra a Alemanha.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!