Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Cidadão mata mulher e queima o cadáver em Nampula

Um indivíduo de 37 anos de idade, cujo nome foi omitido pela Polícia, está preso, desde segunda-feira (24), na cidade de Nampula, acusado de assassinar a esposa, de madrugada, e queimar o cadáver dentro da casa onde supostamente vivia com a vítima.

Não se sabe ao certo o que levou o cidadão a cometer tal acto, ocorrido na unidade comunal de Saua-Saua, no bairro Namicopo. Entretanto, a Policia da República de Moçambique (PRM) suspeita tratar-se de um homicídio que partiu de problemas passionais.

O indiciado, aparentemente bêbado, negou ter morto a sua cônjuge e alegou que não sabe o que se passou. Aliás, ele apesentava queimaduras bastante visíveis nos membros superiores.

Zacarias Nacute, porta-voz do Comando Provincial de Nampula, disse que o presumível homicida fechou-se na residência com a malograda, agrediu-a fisicamente e, em seguida, ateou fogo.

Acredita-se ainda que o cidadão incendiou a casa e fugiu quando se apercebeu de que a sua parceira estava morta. O visado fracassou na sua tentativa de se colocar ao fresco porque a população, indignada e enfurecida, ajudou os agentes da Lei e Ordem a detê-lo.

O caso aconteceu nas proximidades da 5a esquadra naquela urbe. Antes de saberem da morte, os vizinhos aperceberam-se das chamas intensas a consumir a habitação.

Algumas pessoas alegaram que a finda foi morta à catana e a Polícia disse estar a investigar, também, se ela foi encaminhada para o interior da casa morta ou em vida.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!