Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Cidadão mata irmão em Angoche

Um indivíduo identificado pelo nome de Alves João, de 25 anos de idade, residente no distrito de Angoche, está a contas com a Polícia por ter agredido mortalmente o seu irmão que em vida respondia pelo nome de Chaual João. O acto deu-se a 25 de Abril último.

O agressor é natural do distrito de Moma e tirou a vida do irmão com recurso à força física. A vítima era professor da Escola Primária Completa da localidade de Inguri, bairro com o mesmo nome, distrito costeiro de Angoche, onde também desempenhava as funções de director-adjunto pedagógico.

Segundo o assessor de Imprensa no Comando Provincial da Polícia da República de Moçambique (PRM) em Nampula, Miguel Bartolomeu, neste momento, o suposto criminoso encontra-se detido numa das unidades prisionais, onde aguarda pelo julgamento, uma vez que foi instaurado um processo-crime já em curso órgãos de justiça.

A Polícia diz que Alves João cometeu um crime classificado como voluntário em resultado de contradições familiares. Entretanto, fontes próximas dos parentes do finado disseram à nossa Reportagem que a venda da casa do agressor, por um valor estimado a 450 mil meticais, teria sido o motivo da acção macabra.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!