Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Cidadão mata irmão a paulada na Manhiça

Um cidadão identificado Carlos Tsandzana, residente no distrito de Manhiça, província de Maputo, agrediu mortalmente a paulada, na última Quinta-feira (28), o seu irmão que em vida respondia pelo nome de Alfredo Tsandzana, alegadamente por este ter vendido os seus bens enquanto se encontrava na África do Sul.

O caso aconteceu na localidade de Nwanabijana, no bairro de Xicunguluine. Segundo a nossa fonte, um jornalista da rádio comunitária local, Carlos Tsandzana ficou enfurecido ao regressar da terra rand e descobrir que o seu irmão, a quem confiou a segurança dos tais bens (electrodomésticos) vendera um a um sem o seu consentimento muito menos consultá-lo.

A vítima não resistiu à gravidade das lesões contraídas e antes de sucumbir teria pedido água para beber. O homicida e esposa, esta indiciada de cumplicidade no caso, encontram-se detidos nas celas do Comando da Polícia da República de Moçambique da Manhiça.

Enquanto isso, ainda na Manhiça, um professor da Escola Secundária de Nwamatibjane, que leccionava a disciplina de Biologia, desde 2007, foi agredido mortalmente, também com recurso a paus, na madrugada da última Sexta-feira (29), por um grupo de malfeitores.

A vítima, natural da província da Zambezia, respondia pelo nome de Rachid Diolentino. Depois do acto macabro, o seu corpo foi abandonado sem roupa nas proximidades da sua casa, sita junto ao mercado da Palmeira.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!