Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Cidadão assassinado por três irmãos na Matola

Três indivíduos encontram-se privados de liberdade, acusados de assassinar o próprio irmão, supostamente porque era violento e sofria de perturbações, no bairro da Zona Verde, no município da Matola.

Aparentemente conformados com o homicídio, os restantes membros família tentaram ocultar o crime não denunciando à Polícia, mas esta fez-se ao local depois de receber uma denúncia efectuada por algumas pessoas que presenciaram a tragédia.

Segundo o @Verdade apurou junto da 7ª esquadra do bairro T3, a vítima, que respondia pelo nome de Zacarias Matavele, foi perseguida pelos irmãos, encurralado e amarado junto a uma árvore onde foi brutalmente espancado até perder a vida.

A caça ao homem, com recurso a instrumentos contundentes, durou aproximadamente duas horas. Os acusados não se mostraram arrependidos pelo acto. Um deles contou que o irmão era bastante agressivo e chegou mesmo a dizer, sem rodeios, que “ele merecia a morte”.

O outro confrade disse que partiu para a violência supostamente porque o malogrado lhe feriu com recurso a um ferro, de tal sorte que foi suturado vários pontos na cabeça.

O terceiro cidadão disse, também, sem papas na língua, que quando ele e os outros dois irmãos se envolveram numa briga com o finado a situação atingiu contornos inesperados. “Ele era muito agressivo e violento. Lutámos muito e não havia como tudo acabar bem. Ou ele matava-nos e ou nós matávamos a ele”.

A irmã, a cunhada e os outros membros da família alegaram igualmente que Zacarias era ofensivo, fazia-se ao quintal e, por vezes, à rua sem roupa.

Porém, esta versão foi rebatida pelos vizinhos, que consideraram que o malogrado nunca violentou a ninguém.

Por sua vez, a Polícia condenou o acto e considerou que as comunidades devem abandonar a prática de resolver conflitos na base da violência. Os três indiciados foram presos porque ninguém deve deliberar pôr fim à vida de outra pessoa.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!