Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Choque entre “chapas” faz 26 feridos na Beira

Vinte e seis passageiros que se faziam transportar em carrinhas de transporte semi colectivo de passageiros, vulgo “chapa cem”, não conseguiram chegar aos seus destinos em consequência de ferimentos graves e ligeiros contraídos num acidente que envolveu três viaturas na zona da antiga bomba de combustível da Munhava, cidade da Beira, este sábado.

Para além disso, um camião virou, ferindo dez passageiros, dois dos quais em estado grave, no posto administrativo de Nhangau, arredores da cidade da Beira, conforme apurou a Reportagem do jornal Diário de Moçambique do director do Hospital Central da Beira, César Macome, o qual assegurou que ambos sinistros não causaram óbitos.

Macome explicou que, dos 26 feridos do acidente da Munhava, sete estão em estado grave, tendo sido internados em diferentes enfermarias, para os cuidados médicos. Enquanto isto, os outros passageiros acidentados, sobretudo aqueles que sofreram escoriações, foram tratados e seguiram aos seus destinos.

Em relação ao acidente da Munhava, testemunhas oculares relataram que um “chapa” era proveniente da baixa da cidade da Beira e outro vinha da zona da Passagem de Nível, chocando-se frontalmente. Um terceiro “chapa” embateu logo de seguida na parte traseira de uma das viaturas do primeiro choque. Dados fornecidos pela Polícia indicam que o acidente da Munhava envolveu viaturas da mesma marca (Toyota), com as inscrições AAT-671-MC, conduzida por Jorge Nhansango, de 43 anos, que circulava no sentido baixa-Passagem de Nível; MMM-57-00, conduzida por Jeremias Saite, 31 anos, e MBP-63-89, conduzida por Edson de Lacerda, 34 anos.

O oficial de imprensa do Comando Provincial da Polícia da República de Moçambique em Sofala, Mateus Mazibe, disse que o acidente foi causado por excesso de velocidade, por parte do motorista que conduzia o “chapa” que saía da baixa da cidade. Como se isso não bastasse, fez um cruzamento irregular, na altura em que tentava desviar-se de uma duna de areia acumulada em consequência de escavações na antiga estrada nacional número seis. Para além de ferimentos, o sinistro resultou também em danos materiais nas viaturas, de acordo com as informações de Mazibe.

Um outro acidente registou-se sábado no distrito de Cheringoma, mas não existem detalhes.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!