Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

China oferece 72 autocarros a Moçambique

A empresa Transportes Públicos de Maputo (TPM) recebeu, Quinta-feira, na capital moçambicana, 72 novos autocarros oferecidos pela China, um donativo avaliado em 30 milhões de yuans, equivalente a cerca de 4,6 milhões de dólares americanos.

Trata-se de autocarros novos de marca Yutong, movidos a diesel, que o Governo chinês decidiu oferecer a Moçambique como forma de ajudar o país a minimizar o problema da falta de transporte de passageiros.

Falando durante a cerimónia da recepção dos autocarros, o Primeiro-ministro moçambicano, Aires Ali, disse que os novos autocarros demonstram a importância que o Governo atribui a área dos transportes, bem como o reconhecimento da contribuição deste sector no combate à pobreza.

“Estes meios vão contribuir muito para minimizar o problema de transporte no país”, disse o Primeiro-ministro, que defende a necessidade de distribuir parte dos referidos autocarros a outras províncias do país que também se ressentem do problema da falta de transporte.

Na ocasião, Aires Ali recomendou a empresa TPM, que é responsável pelos serviços públicos de transporte rodoviário na cidade e província de Maputo, à adopção de melhores formas de gestão destas unidades, de modo a servirem os cidadãos durante muitos anos.

Segundo Aires Ali, também existe um acordo para o envio de peças sobressalentes da China a Moçambique. Aliás, disse o Primeiroministro, a China comprometeu-se a montar uma oficina e enviar técnicos a Moçambique para capacitar os técnicos dos TPM na manutenção daqueles autocarros.

Por seu turno, o Embaixador chinês em Moçambique, Huang Songfu, disse que o seu país está disposto a ajudar o país na luta contra a pobreza. “Moçambique pode ter um futuro melhor e brilhante”, disse Huang Songfu, enaltecendo os progressos económicos e sociais registados por Moçambique nos últimos anos.

“Vamos continuar a trabalhar juntos para melhorar as condições de vida da população”, acrescentou. Esta não é a primeira vez que o país recebe autocarros de marca “Yutong”.

Em 2007, o Ministério dos Transportes e Comunicações adquiriu um total de 17 viaturas desta marca. Estes carros juntam-se a outros 50 de marca TATA recentemente adquiridos pelo Governo na Índia, através de um crédito de 565 milhões de meticais, o equivalente a cerca de 19,5 milhões de dólares americanos.

Contudo, ainda prevalece o problema da escassez de transporte rodoviário na cidade e província de Maputo, onde o número de operadores privados tende a reduzir.

Refira-se que empresa TPM possui uma capacidade para transportar apenas 10 por cento dos passageiros, actualmente calculados em cerca de 900 mil passageiros diários, algo que poderá melhorar com os últimos investimentos.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!