Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Chama da Unidade no arranque da Festa da Independência

A Comissão Política da Frelimo exorta os moçambicanos em geral e os militantes do partido em particular a participarem massiva e activamente nas celebrações dos 35 anos da independência nacional, cujo início oficial está marcado para o próximo dia 7 de Abril, Dia da Mulher Moçambicana, com o acender da Chama da Unidade no distrito de Nangade, província de Cabo Delgado.

A chama da Unidade irá percorrer todo o país até chegar a Maputo, capital moçambicana, na Praça da Independência, no próximo dia 25 de Junho, dia da independência nacional. Esta exortação foi feita no decurso da 33/a Sessão Ordinária daquele órgão político, que considera que celebrar o 35/ o aniversário da independência nacional constitui um momento de festa, de reflexão, de reforço da unidade nacional, do espírito de patriotismo e de autoestima, factores fundamentais para o sucesso da luta contra a pobreza.

A Comissão Política aprovou ainda o relatório do Gabinete Central de Eleições, que reflecte o trabalho de organização e da mobilização realizado durante o processo eleitoral que culminou com a vitória da Frelimo e do seu candidato presidencial, Armando Emílio Guebuza.

Na mesma sessão, a Frelimo exortou a todos os moçambicanos para observarem as medidas de higiene individual e colectiva de forma a se evitar a propagação da cólera. Apelou igualmente à população das províncias de Tete, Zambézia e Sofala para abandonarem as zonas baixas afectadas pelas cheias e inundações e se fixarem em zonas altas e seguras. Num outro ponto da agenda, a Comissão Política da Frelimo saudou Manuel Cambezo, presidente do Município de Dondo, na província de Sofala, pela sua distinção pelo United Cities na Local Goverments of Africa (UCLGA) como melhor gestor municipal, pela forma eficaz, eficiente, transparente e participativa da autarquia.

Recomendou também a necessidade de se continuar com a sistematização, preservação e valorização do património histórico da luta armada de libertação nacional. A Comissão Política designou a ex- Primeira-Ministra Luísa Diogo, membro deste Órgão, para presidente da Fundação 25 de Junho.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!