Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Cerca de três mil turmas em regime de turno e meio

A superlotação de salas de aula, derivada da insuficiência de professores no ensino primário e secundário geral, constitui uma das maiores inquietações para o sector de Educação e Cultura, em Nampula.

Como consequência desta situação nota-se o aumento progressivo de turmas com o regime de turno e meio e muitos professores com horas extras nos distritos. Dados oficiais em poder do Wamphula fax, indicam que no presente ano lectivo 2.724 turmas, pelo menos, funcionam em regime de turno e meio.

Segundo fonte da Direcção Provincial da Educação e Cultura, a sitaçao resulta do facto das metas atribuidas encontrarem-se aquém das necessidades da província. A título de exemplo, no ensino primário, dos 4.524 professores necessários para este ano, Nampula recebeu apenas 1.800 docentes, o correspondente a 39,78 por cento.

A fonte referiu que, de acordo com o levantamento efectuado ao nível dos distritos, seriam necessários, para uma cobertura integral, 4524 docentes de N4, 1150 do nível médio 927docentes, entre bachareis e licenciados. Apesar destes constrangimentos, o governo da província continua apostado na expansão da rede educacional e no aumento dos efectivos escolares, tendo como pressuposto a melhoria da qualidade de ensino.

Para o efeito, no próximo ano serão abertas novas escolas do ensino secundário em Itoculo, Micane, Mazua, Namina, Aube, Namaponda, Saua- Saua, Mutauanha, Serra da da Mesa, Lúrio e Ger-Ger, bem como a elevação para o segundo ciclo das escolas secundárias de Muecate, Nametória, Mirrote, Nanhupo-rio, Iuluti, Nampaco, Maparra e Meconta.

A fonte acrescentou que serão, igualmente, abertas algumas escolas profissionais nos distritos de Murrupula, Nacala-a-Velha, Mogovolas e Mecuburi, este último sob os auspícios da Arquidiocese de Nampula. Conforme apuramos, as obras de construção das escolas profissionais de Murrupula e Mogovolas encontra-se em estado avançado, faltando apenas a construção dos centros internatos, oficinas, casas de professores, incluindo o recrutamento de mestres de carpintaria e de obras.

O projecto de extensão do ensino profissional contempla, ainda, a reabilitação e ampliação da Escola Profissional da cidade de Angoche.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!