Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Centro integrado de formação abre ainda este ano

A Ministra moçambicana do Trabalho, Helena Taipo, disse, Quinta-feira, que o Centro Integrado de Formação Profissional (CIFP), que vai funcionar nas antigas instalações da Fábrica de Refeições, na cidade de Maputo, devera entrar em funcionamento ainda no presente ano.

Helena Taipo, que falava na cerimonia de assinatura do memorando de entendimento de cooperação técnica entre o Ministério do Trabalho (MITRAB) e a universidade privada “A Politécnica”, reiterou que o centro, cujas obras estão orçadas em cerca de cinco milhões de dólares norte-americanos, será gerido pelo Instituto Nacional de Formação Profissional e Emprego (INEFP).

Entretanto, o memorando, rubricado por Helena Taipo e pelo Reitor da Universidade “A Politécnica”, Lourenço do Rosário, visa diferentes acções de formação e capacitação, estudos sectoriais, investigação e sua extensão, seminários, promoção de estágios profissionais e colocação dos candidatos no mercado do emprego.

Esta iniciativa conta com o apoio financeiro do Brasil e insere-se na cooperação entre o MITRAB, a “A Politécnica” e a Universidade do Brasil Na ocasião, a Ministra indicou que 18 técnicos escalarão o Brasil para serem treinados como formadores do Futuro Centro Integrado de Formação Profissional.

Ainda sobre o memorando de entendimento, Taipo disse tratar-se de um feito que vem renovar o compromisso do Governo de melhorar as condições de acesso ao emprego, através de uma formação enriquecida tecnicamente.

“Com a eleição do distrito como pólo de desenvolvimento, o nosso horizonte tem vindo a conhecer um alargamento assinalável, procurando em parceria com o sector privado e com os parceiros de cooperação internacional, expandir a acção dos centros de formação profissional em termos de presença física e através de formação com recurso a unidades moveis”, explicou Taipo.

A Ministra disse que no âmbito da implementação da Estratégia de Emprego e formação Profissional 2006-2015, aprovada pelo Governo em 2006, e no âmbito do Fundo de Desenvolvimento Distrital (FDD), foram criados, até ao momento, 900 mil postos de trabalho em todo o pais, dos quais 244.397, em 2010, facto que é bastante encorajador.

A Estratégia de Emprego e formação Profissional 2001/2015 preconiza a criação de um milhão de empregos para cidadãos de diferentes extractos sociais através de formação profissional e promoção de emprego e auto-emprego.

É assim que, segundo a Ministra, com a implementação do memorando hoje rubricado, serão realizadas em parceria com a “A Politécnica” acções conjuntas em diversos domínios, com destaque para a formação em diversas vertentes profissionais, capacitação e estágios profissionais, bem como dotar os quadros do ministério de competências para o exercício pleno de suas funções.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!