Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

“Caso ADM”: produção de prova termina a 21 de Dezembro

A produção da prova do caso Aeroportos de Moçambique (ADM) poderá terminar no próximo dia 21 de Dezembro. O juiz Dimas Marrôa disse que será neste mesmo dia que os intervenientes processuais apresentarão as alegações finais.

Neste processo estão em julgamento cinco co-réus, nomeadamente o antigo Presidente do Conselho de Administração dos ADM, Diodino Cambaza, o antigo Ministro dos Transportes e Comunicações (MTC), António Munguambe, o chefe do seu gabinete, António Bulande, o antigo administrador financeiro dos ADM, Antenor Pereira, e a antiga administradora da Sociedade moçambicana de Serviços (SMS), Maria Deolinda Matos.

No julgamento de hoje, os únicos três declarantes todos provenientes da “Mobílias Mamade” frisaram que os ADM ainda devem a esta firma cerca de 90 mil meticais, resultante de duas facturas de prestação de serviços.

Os três declarantes frisaram que tem uma relação comercial com os ADM há cerca de 20 anos, e nunca ganharam o direito de prestar serviços por via de concurso público. Podendo haver necessidade de se colher esclarecimentos aos cinco co-réus em razão dos depoimentos prestados pelos declarantes já ouvidos, o julgamento retoma no próximo dia 16 de Dezembro.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!