Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Carro despenha num rio e mata seis pessoas em Gaza

Pelos menos seis pessoas morreram e quatro ficaram feridas devido a um acidente de viação do tipo despiste e submersão, ocorrido na semana passada, na ponte sobre o rio Mubera, no posto administrativo de Chaimite, na província de Gaza. As autoridades acreditam que outros passageiros em número não especificado continuam desaparecidos.

O sinistro, ocorrido por volta das 17h00 da passada sexta-feira (03), envolveu uma viatura ligeira de mercadorias com chapas de inscrição HR 879 GP, conduzida por um moçambicano identificado pelo nome de Neto Armando Chambal, de 36 anos de idade.

A Polícia da República de Moçambique (PRM) naquele ponto do país aponta a velocidade excessiva e condução sob o efeito de álcool como as prováveis causas do sinistro. Houve “quatro feridos ligeiros e desconhece-se o número das vítimas que ficaram na água”.

O automobilista que protagonizou o acidente está detido e é um barbeiro, natural e residente no bairro 1, na cidade de Chibuto, segundo o Departamento de Relações Públicas da PRM em Gaza.

As vítimas foram socorridas para Hospital Rural de Chibuto e lavrado o auto nº. 02/AV/CDC/2017.

No dia seguinte ao acidente, ou seja, sábado (04), foram resgatados, por volta das 11h00, seis corpos, todos de sexo masculino.

As vítimas, todas de nacionalidade moçambicana, respondiam pelos nomes de Gonçalves Mafumo, de 35 anos de idade, natural e residente no bairro 1 da cidade de Chibuto; Arsénio Paulo Sitoe, de 27 anos, professor, natural e residente no bairro “B” Cimento-Chibuto; Raimundo Gabriel Mabunda, de 28 anos, natural e residente no bairro 2 daquela urbe.

No mesmo acidente pereceram Admiro Francisco Uqueio, de 25 anos, carpinteiro, e Filipe Pedro Machaeie, de 14 anos, estudante. Todos são naturais e residentes no bairro 1 de Chibuto.

Até ao fecho desta edição as autoridades encetavam diligências para o resgate de outras vítimas provavelmente desaparecidas.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!