Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Cancelado concurso internacional de recolha de lixo na cidade de Maputo

Um concurso internacional para a recolha de resíduos urbanos na capital moçambicana (Maputo) foi cancelada, por incapacidade de pagamento do valor proposto pelas cinco empresas concorrentes.

O vereador das Finanças no Município de Maputo, Rogério Nkomo, citado pela agência Lusa, disse que, pelo menos, duas empresas de capitais portugueses candidataram-se à prestação de serviços de recolha de resíduos sólidos urbanos em Maputo. “O valor das propostas que recebemos está acima do que podemos pagar, por isso cancelámos o concurso”, justificou Rogério Nkomo, assegurando ter comunicado oficialmente essa decisão aos proponentes.

A Suma, empresa do grupo Mota-Engil, que explora o sector do lixo em diversos concelhos portugueses, em Angola e na Polónia, era uma das candidatas à prestação de serviços de recolha de resíduos sólidos urbanos em Maputo. Actualmente, esse serviço é prestado pela EGF, do grupo Águas de Portugal, que também se candidatou ao concurso internacional para um novo período de concessão promovido pelo Banco Mundial e Conselho Municipal de Maputo.

Ainda citando Rogério Nkomo, a agência Lusa indica que as autoridades municipais já deveriam saber o nome da empresa que fará a gestão dos resíduos sólidos na zona urbana de Maputo, quando o contrato com a actual empresa terminar. Mas, face à situação, terá de ser estabelecido um novo calendário até Novembro de 2011. “O contrato com a EGF vai até Outubro de 2011 e a partir de Novembro (do mesmo ano) tomaremos uma decisão sobre um novo concurso”, disse o responsável.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!