Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Canadá apoia saúde materno-infantil

Moçambique será um dos países beneficiários de um pacote financeiro do governo canadiano avaliado em 1,1 bilião de dólares, parte integrante de uma iniciativa para apoiar a área da saúde materno-infantil.

Segundo a ministra canadiana para a cooperação internacional, Bev Oda, deste valor, 80 por cento será canalizado para um grupo de países da Africa Sub-sahariana, incluindo Moçambique, Mali, Malawi, Nigéria, Sul do Sudão, Etiópia e Tanzânia, sendo o valor remanescente para o Afeganistão, Haiti e Bangladesh.

No último Domingo, Oda disse que o seu governo tem um particular interesse nos projectos onde o seu governo já está a assumir a responsabilidade de garantir a saúde do seu próprio povo.

Na ocasião, Oda citou como exemplo o caso de Moçambique, onde o Canadá vai ajudar a providenciar equipamento básico e formação dos profissionais da saúde.

“Eu chamo de centros de saúde porque eles (unidades sanitárias) são muito diferentes daquilo que um canadiano poderia imaginar como sendo uma clínica”, disse a ministra.

“Em Moçambique, a maioria dos centros de saúde não tem água potável. Eu fui a um hospital distrital que tinha um depósito de água potável apenas para os recém nascidos…” explicou a ministra, para de seguida acrescentar que “a abordagem do Canadá vai ajudar a melhorar os sistemas de saúde, particularmente a nível local e distrital”.

O governo canadiano também tenciona apoiar programas de nutrição na Etiópia e Bangladesh, onde a fome ainda continua a ser um dos maiores problemas.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!