Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Campanha Vacinação vai abranger mais de 8 milhões de beneficiários

Cerca de 3.6 milhões de crianças menores de cinco anos, 4.7 milhões de mulheres em idade fértil e 1.2 milhão de adolescente, é o universo populacional que o Ministério da Saúde (MISAU) espera alcançar durante a segunda Ronda da Semana Nacional de Saúde que irá decorrer de 1 a 7 de Novembro próximo, em todo o território nacional.

Trata-se de uma iniciativa do Governo de Moçambique que tem como objectivo, intensificar a oferta dos serviços e cuidados de saúde a todas mulheres dos 15 e 49 anos de idade, aos adolescentes dos 10 aos 19 e crianças menores de cinco anos de idade.

A campanha que, segundo soubemos, está orçada em pouco mais de 60 milhões de Meticais desembolsados conjuntamente pelo governo moçambicano e parceiros de cooperação, deverá ser lançada na próxima segunda-feira, numa das unidades sanitárias dos arredores da cidade de Maputo.

Com a iniciativa, segundo Alexandre Manguele, ministro de saúde, o MISAU pretende acelerar, à escala nacional, os progressos na redução da mortalidade materna, neo-natal e infantil e promover a saúde da família em todo pais, através de intervenções multi – sectoriais, contribuindo para o alcance da metas dos Objectivos de Desenvolvimento Milénio (ODMs).

“A semana de saúde representa uma oportunidade para oferecer e promover intervenções direccionadas que tem um impacto comprovado na saúde das mulheres, dos adolescentes e das crianças,” explicou.

Concretamente, durante um período de sete dias, as mulheres irão receber intervenções tais como a suplementarão com a vitamina “A”, com Sal Ferroso e Ácido Fólico. A primeira intervenção visa dar contributo para uma boa visão, apoiar o corpo a defender-se das doenças e melhorar a saúde da mãe da criança, enquanto que o Sal Ferroso e Ácido Fólico irão ajudar a combater a anemia e evitar complicações durante e depois do parto.

As raparigas e adolescentes vão beneficiar de vacinação antitetânica e de desparasitação. Já as crianças menores de cinco anos vão receber suplementarão com a segunda dose de Vitamina “A”, vacinação rotineira, vacinação do estado nutricional e desparasitação com Mebendazol.

Visando eliminar, até ao ano de 2020, a Filariase Linfática (doença caracterizada por inchaço nos membros inferiores e nos testículos), e as doenças parasitárias.

Será ainda integrada nesta campanha, o tratamento massivo da Oncocerose (Cegueira) e Parasitoses Intestinais ( lombrigas).

De salientar que na primeira ronda da Semana Nacional de Saúde da Mulher e Criança realizada de 12 a 16 de Abril últimos, mais de 3,7 milhões de crianças foram suplementadas com vitamina A, mais de 3,2 milhões de crianças foram desparasitadas, perto de 214 mil mulheres no pós -parto receberam vitamina “A” e outras 325 mil mulheres que estavam dentro dos primeiros três meses após o parto receberam Sulfato Ferroso e Ácido Fólico. Além disso, 140 mil mulheres em idade fértil receberam a terceira dose de vacinação anti -tetânica.

Para o sucesso da campanha, as autoridades sanitárias garantem uma forte participação das autoridades tradicionais que deverão, junto das comunidades, espalhar informações sobre a necessidade de as populações aderirem a campanha.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!