Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Camião cavalo arde em pleno andamento

Um camião cavalo de marca Volvo, com a chapa de inscrição MGB-07-00, ficou com a parte da cabina quase em cinzas, depois de arder em pleno andamento, na tarde da Quinta-feira, próximo da chamada ponte (aqueduto) do Aeroporto.

Dados apurados pelo jornal Diário de Moçambique dão conta que o veículo, com três pessoas a bordo e pertencente aos transportes Bobby, se encontrava num exercício de experimentação, mas que, de repente, pegou fogo a caminho da baixa, depois de ter saído da zona de Inhamízua.

Marcelino José, ajudante do camião, afirmou, em contacto com o “Diário de Moçambique”, que tudo aconteceu momentos após o mesmo ter saído de Inhamízua em direcção à baixa da cidade, tendo no meio do percurso pegado fogo, situação que concorreu para que uma parte do mesmo (a cabina) ficasse quase em cinza.

“Vínhamos de Inhamízua em experiência. O carro parou depois da Ponte da Mobeira, mas minutos depois fizemos funcionar e só que chegado a zona próxima da ponte do Aeroporto fomos alertados por um carro da Polícia que o ‘nosso’ veículo estava a tirar fumo e quando paramos o fogo pegou a parte da cabina” – disse Marcelino José, para quem nenhum dos três ocupantes ficou ferido.

“Não sabemos a origem do fumo nem do fogo, mas o fogo destruiu dois tanques de combustível e uma parte dos pneus de frente e traseiras” — afirmou.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!