Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

CADE a favor da vocação e capacidade nas universidades

A Comunidade Académica para o Desenvolvimento (CADE) encoraja os estudantes a diversos níveis para, na altura de escolha do curso universitário, se pautarem pela sua vocação e capacidade.

O presidente da CADE, Cassamo Nuvunga, criticou o facto de os estudantes, quando terminam a décima segunda classe, optarem por escolher os cursos que lhes proporcionam maior possibilidade de ingressar na faculdade, deixando de lado aquilo que é seu talento e capacidade. Nuvunga falava a jornalistas, quarta-feira última, em Maputo, no âmbito a II Feira Internacional de Educação e Orientação Vocacional, evento que foi, na quinta-feira, objecto de visita do Primeiro Ministro moçambicano, Armando Guebuza. AII Feira Internacional de Educação e Orientação Vocacional está sendo levada a cabo pela CADE.

Nela serão testados alguns estudantes com o objectivo de se avaliar aquilo que é a sua aptidão e inclinação numa determinada área académica. A Exposição, de três dias, conta com a presença de mais de 100 expositores e cerca de cinquenta opções de áreas profissionais. O evento, para além dos expositores, conta ainda com a participação de representantes de instituições superiores de diversos países tais como Portugal, África do Sul, Brasil, Angola, sendo que os dois últimos participam pela primeira vez.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!