Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

“Cada um em Mim” chega a Lichinga e Quelimane

Depois de ter sido estreado nas cidades de Maputo, Xai-­Xai e Beira, o livro de poesia “Cada um em Mim”, do poeta moçambicano Nelson Lineu, continua com a digressão, escalando, desta vez, as metrópoles de Lichinga e Quelimane.

Em Lichinga, o livro será apresentado, no dia 19 do mês em curso, a partir das 14 horas, na Biblioteca Pública da urbe. No entanto, a cidade de Quelimane – terra natal do autor – acolhe a cerimónia do lançamento, no dia 23 de Julho, às 16 horas, no auditório da Biblioteca Ponto de Encontro.

De acordo com Amosse Mucavele, director da Revista Literatas, “essa busca incessante da palavra até a exaustão, ganha novos rumos sempre com os alicerces da realidade onde ela parte. Cada um em Mim é a dimensão universal do trabalho poético (…). Se aqui o mar não aponta para fora, os barcos elementares de Nelson Lineu tornam-se num acto solene de fundação (Roland Barthes) e reformulação de uma nova e outra dialéctica”.

Contudo, na obra, “Nelson Lineu chama-nos atenção a questão da memória e recorda-nos que as mãos e a língua sempre irão superar os limites da distância, e as fronteiras entre a partida e a chegada. Nesta poética, cada um encontra a resistência na voz do poeta repleta de convicções, dúvidas, experiencias, circulações transparentes do amor pela palavra (…)”, conclui Amosse.

De referir que, o livro “Cada um em Mim” foi editado pela chancela da Revista Literatas, organizado pelo Movimento Literário Kuphaluxa e patrocinado pelo FUNDAC.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!