Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Britânicos querem 10 mil hectares em Manica

A Empresa Nacional de Desenvolvimento e Comercialização Agrícola (DECA), companhia dominada por capitais britânicos, acaba de solicitar ao Governo moçambicano um pedido de concessão de cerca de 10 mil hectares para a criação de gado bovino e produção de carne para consumo doméstico e exportação para os mercados da Europa e do Médio Oriente.

O projecto devéra ser implementado na província central de Manica, estando prevista a criação de um efectivo pecuário de cerca de 10 mil cabeças de gado bovino de raça beefmaster, a serem adquiridas na vizinha África do Sul, até 2013, segundo Lázaro Gumende, chefe de serviços de Geografia e Cadastro de Manica, falando em entrevista ao Correio da manhã.

O projecto inclui ainda a construção de um matadouro industrial, num investimento inicial de cerca de 14 milhões de dólares norte-americanos, de acordo ainda com aquela fonte, acrescentando, entretanto, que a sua viabilização aguarda aval do Executivo central, na medida em que o empreendimento vai ocupar uma grande extensão de terra.

Os governos provinciais apenas têm competência para aprovar a solicitação de espaços inferiores a 10 mil hectares, explicou o responsável de serviços de Geografia e Cadastro de Manica.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!