Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Brasil apoia capacita de formadores moçambicanos em didáctica

Cinquenta e seis formadores das escolas estatais de administração pública estão a beneficiar de uma capacitação em didáctica para facilitadores de aprendizagem. Os cursos resultam de uma parceria entre o Instituto Superior de Administração Pública (ISAP) de Moçambique e a Escola Nacional de Administração Pública do Brasil (ENAP).

Nestes cursos estão envolvidos os formadores do ISAP e dos Institutos de Formação em Administração Pública e Autárquica de Maputo (IFAPA Maputo), Beira e Lichinga. Segundo um comunicado de imprensa do ISAP, a formação enquadra-se no Projecto de Cooperação Técnica entre Moçambique e Brasil para o Desenvolvimento Gerencial Estratégico do Governo moçambicano, implementado pelas respectivas escolas de Administração Pública.

O curso sobre Didáctica para Facilitadores de Aprendizagem tem por objectivo preparar os formadores das Escolas de Governo moçambicano para a aplicação de métodos e procedimentos didácticos adequados à capacitação profissional. A capacitação decorre em duas fases: a primeira teve lugar em Maputo entre os dias 15 e 19 de Agosto corrente para os formadores do ISAP e IFAPA Maputo. A segunda está decorrer nas instalações do IFAPA Lichinga na província de Niassa, envolvendo os formadores dos IFAP’s da Beira e Lichinga. A capacitação é orientada pelos formadores da Escola Nacional de Administração Pública de Brasil (ENAP) no âmbito da cooperação entre o ISAP e aquela instituição brasileira que dura desde 2010.

O Director-Geral do ISAP, Almiro Lobo, apelou aos participantes do curso a usarem o conhecimento e a metodologia ora adquirida nas salas de aula com vista a melhorar a qualidade de ensino e aprendizagem nas Escolas de Governo. Falando na cerimónia de encerramento do curso em Maputo, Lobo instou os formadores a usarem o conhecimento e as experiências resultantes de intercâmbio na sala de aula com os seus formandos para melhorar a qualidade do processo de ensino e aprendizagem.

Emmanuel Jovo, um dos participantes do curso em Maputo sobre a Didáctica para Formadores Aprendizagem disse que a formação permitiu a troca de experiências entre diferentes formadores, o controlo do tempo durante o processo de facilitação das aulas e elaboração dos objectivos com vista a alcançar os resultado previamente planificados. “O curso foi excelente, trocamos técnicas e metodologias que nos vão permitir a conduzir melhor o processo de ensino e aprendizagem dentro da sala de aula”, acrescentou.

Para Arnaldo Duave, Chefe do Departamento dos Cursos Executivos do ISAP, o curso foi desenhado para permitir que os formadores das Escolas de Governo possam ser dotados de metodologias, técnicas e ferramentas que lhes permitam facilitar melhor o processo de ensino e aprendizagem com vista a formar a nata da Administração Pública moçambicana.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!