Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Diários dos X Jogos Africanos: “Tayson” pode chegar ao quadro de medalhas do Boxe

Numa sessão dominada pelos pugilistas da chamada África Branca, os moçambicanos venceram três dos quatro combates que disputaram. Isac “Tayson” Dimande, na categoria de 91 quilos, vai disputar – depois de cavar com os próprios punhos uma ‘tumba’ para o atleta angolano Silva Tumba –, as meias-finais na terça-feira.

O combate durou os três assaltos previstos, mas a superioridade de “Tayson” Dimande, bastante ovacionado por um público sedento de pugilismo de qualidade, ficou clara no primeiro assalto, no qual o atleta angolano perdia por 7 – 1.

O atleta angolano, no lugar de apresentar uma luta técnica, dedicou-se a golpear pela frente e com a guarda baixa, o que lhe custou uma sucessão de golpes. No segundo assalto, Silva Tumba terminou aturdido, mas recuperou-se para o seguinte, quando uma sequência de golpes de Dimande sentenciaram o combate. 23 – 7 foi a diferença estabelecida pelos punhos de um pugilista que pode aspirar ao quadro de medalhas.

Antes, porém, nos 52 quilos, Climaldo Guifutela, passou por cima do camaronês Mouni Sangue, naquele que foi o primeiro combate de um atleta moçambicano. No segundo assalto, Sangue ainda deu o litro, mas o jogo de pernas de Climaldo e uma sucessão de jabs mostraram-se intransponíveis.

Se nos dois primeiros combates Moçambique levou a melhor, no terceiro a euforia da plateia esbarrou nos punhos mauriciano Collin Richarno. Uma vitória categórica afastou Augusto Matheu dos oitavos de final dos Jogos Africanos na categoria dos 64 quilos. Aliás, nem os constantes gritos do público foram capazes de tornar Augusto mais competitivo. O resultado final é esclarecedor 27 – 6.

No último combate envolvendo um atleta moçambicano, as coisas voltaram a melhorar: Alberto Ussene, num combate pobre, derrotou Mufayi Josehat do Zimbabwe.

Próximos combates

No dia 5 de Setembro, o Pavilhão do Estrela Vermelha, acolherá 32 combates. Na primeira parte, que começará às 14 terão lugar 16 combates, sendo oito na categoria dos 52 quilos e igual número nos 60. Na última sessão, que terá lugar às 18 horas, aconteceram oito combates nos 56 quilos e outros oito no intervalo dos 46 aos 49.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!