Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Banco Mundial aprova 70 milhões USD para agricultura

O Banco Mundial (BM) aprovou, quinta-feira, em Washington, EUA, um crédito de 70 milhões de dólares americanos para financiar a implementação de um projecto de irrigação em Moçambique.

Trata-se de um crédito aprovado pelo Conselho dos Directores Executivos do BM para a Associação Internacional para a Desenvolvimento Internacional (IDA) financiar o projecto do Governo moçambicano designado Projecto de Desenvolvimento sustentável de Irrigação (PROIRRI).

Segundo um comunicado de imprensa do BM recebido, sexta-feira, pela AIM, este projecto procura aumentar a produção e a produtividade em novas ou sistemas de irrigação melhorados nas províncias de Sofala, Manica e Zambézia, no Centro do país.

“Estas irão providenciar apoio directo a pequenos agricultores que poderão adoptar melhores técnicas de produção e conhecimentos relacionados a irrigação; habilidades técnicas complementares necessárias para aproveitar toda a potencialidade de água para a agricultura; melhores técnicas pós-colheita; acesso a melhores serviços de extensão e serviços financeiros; e ligação mais próxima as oportunidades de mercado”, refere o documento.

“O apoio ao crescimento agrícola e o melhor o acesso aos mercados agrícolas, incluindo os regional e internacional, são fundamentais para impulsionar a produção de alimentos, o crescimento agrícola, redução da pobreza rural, e elevar a economia”, disse o director interino do BM em Moçambique, Olivier Godron.

O comunicado indica que o projecto irá melhorar o ambiente agrícola e as instituições do ramo, bem como desenvolver a capacidade dos agricultores em matérias de irrigação sustentável.

Igualmente, o financiamento vai servir para financiar infra-estruturas necessárias para aumentar a produtividade e rentabilidade da agricultura de pequena escala irrigada.

Particularmente, o fundo servirá para desenvolver sistemas de irrigação, vias terciárias, fornecimento de energia bem como melhorar a produção agrícola e apoiar o desenvolvimento de cadeia de valores através de acesso ao financiamento.

Ademais, o projecto irá apoiar a implementação da estratégia nacional de irrigação, bem como o desenvolvimento do Programa Nacional de Irrigação.

“PROIRRI irá permitir aos grupo alvo de produtos a evoluir para associações agrícolas formalizadas e financiáveis com fortes ligações ao mercado e acesso melhorado aos serviços financeiros de bancos comerciais”, disse Patrick Veríssimo, líder do grupo de trabalho sobre este projecto.

Veríssimo acrescentou que, durante os seis anos da sua implementação, o PROIRRI irá beneficiar directamente cerca de 16 mil agricultores das províncias de Manica, Sofala e Zambézia.

O PROIRRI é considerado como sendo consistente com a Estratégia do Banco Mundial para Moçambique (CPS) desenhado para apoiar o Governo a alcançar os seus objectivos de combate a pobreza plasmados no Programa de Acção para a Redução da Pobreza Absoluta (PARPA).

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!