Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Banana de Cabo Delgado poderá der vendida na SADC e União Europeia

A ENICA Moçambique, uma joint-venture de empresários moçambicanos e estrangeiros, projecta começar a produzir, ainda este 2013, banana, na província de Cabo Delgado, destinada ao consumo interno e exportação para a África Austral e União Europeia.

Até 2015, a firma pretende produzir 12 biliões de toneladas métricas de banana por ano, segundo fonte daquela companhia, acrescentando que a produção vai ser desenvolvida numa área de cerca de mil hectares naquela região nortenha de Moçambique.

Para o efeito, a ENICA Moçambique projecta contratar cerca de 400 trabalhadores e privilegiar parcerias com empresas locais, segundo ainda fonte da companhia, sublinhando que a iniciativa vai ter impacto nos pequenos produtores agrícolas locais, através da disseminação de técnicas melhoradas e introdução de culturas mais rentáveis.

Refira-se que, para além daquela firma, uma outra companhia, denominada Jacarandá, acaba de iniciar a produção de banana em Cabo Delgado e prevê exportar, na presente safra, cerca de 3150 toneladas da fruta para o Reino Unido. Devido ao potencial agrícola de Moçambique, diversas empresas estrangeiras têm vindo a manifestar interesse em investir no sector agro-industrial do país.

A iniciativa é promovida pelo G-8, grupo dos oito países mais desenvolvidos do mundo, no quadro do seu programa Nova Aliança para a Segurança Alimentar e Nutricional para África.

Em Moçambique, o programa projecta aplicar cerca de 380 milhões de dólares norte-americanos para aliviar perto de três milhões de pessoas da situação de pobreza extrema até 2015.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!