Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Atraso nas indemnizações inquieta famílias em Nampula

As famílias seleccionadas para transferência no quadro da reabilitação da estrada que liga as cidades de Nampula e Cuamba, financiada pela iniciativa Millenium Acount Chaleenger com cerca de 162 milhões de dólares norte americanos, exigem do governo mais celeridade no processo de indemnizações a que dizem ter direito.

 

 

Elas alegam que o atraso que se verifica para o pagamento das indemnizações estar a comprometer o arranque dos trabalhos de construção das suas novas habitações numa altura em que a época chuvosa já esta à porta.

A exigência foi feita ao governador de Nampula, Felismino Tocoli, que ontem escalou os distritos de Nampula- Rapale e Mecuburi no quadro da visita de trabalho que o levará sucessivamente, até segunda-feira próxima, à Ribáuè e Malema.

Cerca de mil e quinhentos agregados estão abrangidos pelo novo traçado na estrada asfaltada que será construída entre a capital de Nampula e a cidade de Cuamba, na vizinha província do Niassa, cujas obras arrancam em Fevereiro próximo, de acordo com dados em nosso poder.

O delegado da Administração Nacional de Estradas na província de Nampula sossegou as famílias abrangidas pelo processo de transferência que vivem nos distritos de Nampula-Rapale e Mecuburi que o governo aguarda a libertação de fundos por parte da instituição financiadora para proceder as devidas indemnizações, facto que está previsto para breve.

O valor das indemnizações já foi calculado e engloba não somente infraestruturas habitacionais, comerciais e de lazer como também machambas e plantas.

No entanto, o governador Felismino Tocoli, que hoje trabalha no distrito de Ribáuè e cuja agenda se concentra no acompanhamento do nível de preparação da campanha agrícola que arrancou o mês passado, instou as comunidades no sentido de não esperarem pelas indemnizações para iniciarem o processo de construção das suas casas, porque quando as chuvas começarem a cair sem intervalo poderá ser tarde para a execução de qualquer trabalho.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!