Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Atletismo: Creve Machava “brilha” mas o Núcleo de Bagamoio termina no topo

O Núcleo Atlético de Bagamoio conquistou, no passado fim-de-semana (18 e 19), em equipas, o Campeonato de Atletismo da Cidade de Maputo no escalão de juvenis masculinos. Em femininos, o troféu foi para o Clube Ferroviário de Maputo enquanto, a nível individual, o destaque foi para os atletas Creve Machava e Belmira Uqueio que ganharam medalhas de ouro em todas as provas que estiveram inseridos.

A Associação de Atletismo da Cidade de Maputo organizou, nas pistas do Estádio Nacional do Zimpeto, provas de juvenis em ambos os sexos que congregaram, em dois dias, atletas de doze clubes da capital do país. No que diz respeito à classificação geral, em masculinos, o Núcleo Atlético de Bagamoio surpreendeu a todos ao terminar no topo da tabela, com um total de 127 pontos, mais 14 do que o seu principal seguidor, o favorito e tradicional Clube Ferroviário de Maputo.

O pódio ficou completo com a presença da Universidade A Politécnica que conquistou um total de 83 pontos no fim da competição. A Universidade Pedagógica, o Clube Ferroviário das Mahotas e o Clube dos Desportos Matchedje de Maputo ocuparam as restantes posições com 52, 37 e 36 pontos, respectivamente.

Em femininos, o Ferroviário de Maputo voltou a patentear a sua supremacia no atletismo ao terminar na primeira posição, com 120 pontos, contra 106 do Núcleo Atlético de Bagamoio na segunda, cabendo à Universidade A Politécnica o terceiro lugar, com 92 pontos.

Na quarta posição ficou o Clube Ferroviário das Mahotas, com um total de 40 pontos, 15 couberam à Universidade Pedagógica na quinta e apenas 13 ao Clube Desportivo Ajovo no sexto e último lugar da tabela classificativa final. De referir que este último clube é do distrito da Moamba, província de Maputo, e participa na edição 2013 do Campeonato de Atletismo da Cidade de Maputo na qualidade de convidado.

Creve Machava domina em provas individuais

Se a nível colectivo as provas de juvenis masculinos foram dominadas pelo Núcleo Atlético de Bagamoio, individualmente, também em masculinos, um nome retumbou: o de Creve Machava. A jovem promessa do atletismo moçambicano que recentemente arrecadou uma medalha no primeiro Campeonato Africano de Atletismo em juvenis, garantindo, por outro lado, a presença de Moçambique pela primeira vez no Campeonato Mundial do escalão, conquistou um total de quatro medalhas de ouro, em igual número de provas que participou.

O atleta do Ferroviário de Maputo sagrou-se vencedor nos 110 metros barreiras, com o tempo de 14 segundos e oito centésimos; nos 100 metros com 11 segundos e três centésimos; nos 400 metros barreiras com 58 segundos e três centésimos; e nos 200 metros com 22 segundos e um centésimo.

O pódio nas quatro corridas ficou concluído com as presenças de Bedardino Comé do Bagamoio e Milton Tamele do Matchedje (110 metros barreiras); de Dinis Mavie do Matchedje e Salomão Zandamela do Bagamoio (100 metros); de Leonardo Wate da A Politécnica e mais uma vez de Bedarnino Comé (400 metros barreiras); e, por fim, de Dinis Mavie e Salomão Zandamela (200 metros).

Ainda em masculinos, os atletas da Universidade Pedagógica, Elídio Machava, com o tempo de 50 segundos e sete centésimos, e Donaldo Machava do Ferroviário das Mahotas, com nove minutos, 32 segundos e um centésimo, dominaram as provas dos 400 e 3000 metros, respectivamente. Elídio Machava conquistou também uma medalha de ouro nos 800 metros.

Em femininos, o destaque foi para a atleta do Ferroviário de Maputo, Belmira Uqueio, que arrecadou medalhas de ouro nos 100 e nos 400 metros, com os tempos de 13 segundos e sete centésimos, e 64 segundos e 6 centésimos, respectivamente.

Já Alexandrina David, do Núcleo de Bagamoio, com 18 segundos e cinco centésimos, dominou a prova dos 100 metros barreiras, enquanto Leonor Ndimande, com um tempo de dois minutos, 20 segundos e quatro centésimos, venceu nos 800 metros.

As outras vencedoras das provas juvenis de atletismo do Campeonato da Cidade de Maputo foram a Aida Mondlane nos 400 metros barreiras; Virgínia Chichava do Núcleo do Parque dos Continuadores nos 200 metros rasos e Zeferina Marinho, com o ouro nos 1500 metros.

De referir que entre os dias 01 e 02 de Junho, também no Estádio Nacional do Zimpeto, vão decorrer as provas do escalão de juniores em ambos os sexos.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!