Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Atestado de residência em Quelimane de Manuel de Araújo revisto letra por letra

Atestado de residência em Quelimane de Manuel de Araújo revisto letra por letra

Procura-se todo tipo de argumento para que os candidatos da oposição, neste caso do Movimento Democrático de Moçambique (MDM), não concorram para os municípios onde os edis renunciaram os mandatos. Em Cuamba, província de Niassa, Maria Moreno não consegue obter atestado de residência que lhe confere o direito de concorrer para aquela autarquia. Enquanto isso na cidade de Quelimane, o atestado do único candidato até agora conhecido, Manuel de Araújo, está a ser revisto letra por letra.

Aliás, provavelmente foram encomendadas lupas para não permitir que alguma letra não seja omissa. É um exercício que envolve gente ou seja peritos do sistema que estão a fazer de tudo para que Manuel de Araújo não possa concorrer.

Não se sabe se esta preocupação revela medo, receio ou uma derrota copiosa. Mas a verdade manda dizer que nos últimos dias, depois de Araújo ter aparecido em público como candidato do MDM para autarquia de Quelimane, não está sendo fácil a convivência política na cidade de Quelimane.

E este facto do atestado de residência do candidato do MDM estar a passar ate num scaner revela que algo não está bem no seio de quem detêm o poder.

Há gente que pode perder emprego

Uma fonte segura disse ao nosso jornal que a pessoa que emitiu o atestado de residência para Manuel de Araújo foi chamada para justificar o porquê de ter dado aquele documento sabendo que ele era candidato da oposição. Mas o visado disse que não tinha conhecimento, dai que fez inocentemente.

Aqui vem a pergunta: Se soubesse que era da oposição? Por outro lado, esta mesma fonte que temos vindo a citar disse que por um triz que o emissor do atestado não perde emprego, porque na óptica do nosso informador, ele traiu os interesses do outro concorrente.

“Imagino a preocupação”

Por seu turno o candidato Manuel de Araújo, quando abordado a pronunciar-se sobre este facto, disse apenas que a sua candidatura está criar pânico no seio do poder, dai que esta questão de atestado de residência preocupa bastante os que tem poder. Todavia, Araújo garantiu que está tranquilo porque ele é residente em Quelimane, conforme vem no documento.

“Sei qual é o incómodo da minha candidatura, mas reitero que entrei nesta luta porque sinto algo por Quelimane, terra que me viu nascer e que me vai enterrar” – rematou a fonte.

Num outro passo, o candidato do MDM esclareceu que continuará a fazer o seu trabalho de base, aguardado que as outras formações políticas apresentem os seus candidatos, dai que o jogo de cintura e dos bastidores que está sendo feito não lhe vai desanimar. “Há muita gente preocupada comigo, dizem que não sou ameaça, então porque tanta preocupação?”- questionou Araújo.

Refira-se que até agora Manuel de Araújo é único candidato que foi visto publicamente pelos munícipes e das outras formações políticas, nada. Sabia-se que a Frelimo iria realizar uma sessão do Secretariado do Comité da Cidade para eleger o seu candidato, mas esta sessão foi adiada.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!