Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Atentado no aeroporto de Moscovo mata 35 pessoas

Atentado no aeroporto de Moscovo mata 35 pessoas

Um atentado no aeroporto moscovita de Domodedovo, na Rússia, fez 35 mortos e 46 feridos graves, de acordo com o último balanço, divulgado pela porta-voz do aeroporto. Atribuído a um bombista suicida, o ataque feriu mais de cem pessoas que se encontravam na zona de recolha de bagagens do mais movimentado aeroporto de Moscovo. Testemunhas citadas pela imprensa russa indicam que a explosão ocorreu na zona de recolha de bagagens, mas as autoridades alfandegárias afirmam que terá ocorrido num café situado na zona da saída do sector internacional do aeroporto.

As forças de segurança russas procuram três homens suspeitos da autoria do atentado, diz a agência noticiosa russa Interfax, que adianta, ainda, que as autoridades já confirmaram tratar-se de uma carga explosiva de sete quilos de TNT. Os principais suspeitos serão do Cáucaso do Norte, ainda segundo a Interfax, citando fontes dos serviços de segurança.

Desde as 14 horas até à hora da explosão, pelas 16.32 horas (hora de Moscovo), reuniram-se no local do sinistro, não muito longe da zona de restaurantes, passageiros de cerca 20 voos internacionais, incluindo de Nova Iorque, Dubai, Cairo, Londres, Viena, Munique, Hamburgo, Tóquio, Estugarda e Istambul.

As autoridades enviaram para o local mais de 20 ambulâncias para transporte dos feridos e os bombeiros encontram-se no local a combater o incêndio provocado pela explosão. Mark Green tinha acabava de chegar a Moscovo quando se deu a explosão. “Estávamos a caminhar através na zona de desembarque para a sala de chegadas quando houve uma poderosa explosão, um enorme ruído, não sabíamos que era una explosão nesse momento. Eu e o meu colega olhámo-nos e dissemos: ‘Jesus!’. Soou como um carro ou uma bomba ou alguma coisa assim, porque o barulho, literalmente, sacudiu-nos”, disse à BBC.

Os feridos estão a ser transferidos para quatro hospitais da capital russa, em função da gravidade dos ferimentos. A Polícia russa foi colocada em estado de alerta após o ataque. O metro e os restantes aeroportos da capital russa estão debaixo de vigilância apertada. “Por causa do que se passou em Domodedovo, as medidas de segurança foram reforçadas em todos os aeroportos”, afirmou uma fonte da Polícia russa citada pela Agência Interfax.

Uma outra fonte citada pela Agência Ria Novosti indica que foram enviados agentes do Ministério do Interior e dos serviços secretos (FSB) para Domodedovo e para os outros aeroportos, Cheremetievo e Vnoukovo. A capital russa, em particular o metro, tem sido alvo de vários atentados suicidas, o último dos quais, em Março de 2010, fez 40 mortos.

O aeroporto de Domodedovo é o maior aeroporto russo, desde 2010, ano em que o tráfego de passageiros aumentou 19,2% para um total de 22,3 milhões de pessoas.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!