Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Ataque a posição do Exército deixa 19 mortos na RD Congo

Pelo menos 19 pessoas, entre elas cinco soldados e oito civis congoleses, foram mortas na quarta-feira durante um ataque a uma posição do Exército no leste da República Democrática do Congo atribuído a rebeldes hutus ruandeses, indicou esta quinta-feira o Exército congolês.

Na quarta-feira “por volta de 03h00”, cerca de 150 combatentes das Forças Democráticas de Libertação de Ruanda (FDLR, rebelião) atacaram uma posição das Forças Armadas da RDC, matando cinco soldados e oito civis, declarou à AFP o major Vianney Kazarama, porta-voz do Exército na província de Kivu Norte (leste).

De acordo com o Exército congolês, durante o ataque registrado em Burungu, seis rebeldes das FDLR também foram mortos. Uma fonte da ONU confirmou à AFP a morte de doze soldados congoleses e civis nesse ataque, mantendo reservas sobre a origem dos agressores, já que as FDLR mantêm “atualmente uma postura defensiva”.

Os rebeldes hutus ruandeses são acusados de terem participado do genocídio de 1994 na vizinha Ruanda. Eles são também regularmente acusados de cometer saques, assassinatos e estupros contra civis.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!