Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Assaltantes roubam igreja e matam padre

Um grupo de malfeitores assaltou, Quinta-feira última, uma residência paroquial da Igreja Católica no Município da Matola, onde espancaram um dos padres locais até a morte e ferido gravemente o guarda.

Trata-se do padre Valentim Camale, cuja nacionalidade não foi apurada, que, segundo escreve o jornal “Notícias”, foi espancado por instrumentos contundentes até perder a vida, na sequência de um assalto protagonizado por um grupo de seis bandidos na residência da paróquia Santa Teresinha Menino de Jesus, localizada no bairro Liqueleva.

Nas mesmas circunstâncias, o guarda dessa paróquia contraiu ferimentos graves. Segundo a publicação, os bandidos terão se introduzido na residência paroquial por volta das 20.00 horas, quando o malogrado se encontrava a jantar na companhia de outros dois padres, da mesma igreja com os quais partilhava a casa.

Ao se aperceber de movimento estranho no recinto da casa, Valentim Camale abandonou a mesa para se inteirar do que se estava passar. Ao abrir a porta, ele foi agredido por um dos assaltantes, numa altura em que os seus comparsas se encontravam do lado de fora do quintal da residência.

A vítima ainda tentou defender-se, mas todos os bandidos já estavam no interior da residência e parte deles a espancar o sacerdote. O guarda veio em resposta ao pedido de socorro, mas também foi severamente espancado e contraiu ferimentos graves.

Enquanto isso, outra parte da quadrilha imobilizava os outros dois padres, já de idade avançada, e vasculhavam os compartimentos da casa a procura de bens de valor. Depois de roubarem dinheiro em montante não quantificado, três computadores portáteis, dois telefones móveis e diverso equipamento informático, os bandidos puseram-se em fuga para parte incerta.

A Polícia da República de Moçambique (PRM) diz ter tomado diligências com vista a neutralizar os malfeitores.

Este é o segundo caso de assalto registado numa residência paroquial em menos de um mês. Recentemente, quatro indivíduos munidos de igual número de armas de fogo assaltaram a residência paroquial da Igreja Santo António da Malhangalene, na capital do país, onde roubaram dinheiro, computadores portáteis e diversos outros bens.

 

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!