Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Assaltantes matam, ferem e roubam em Maputo

Um cidadão cuja identidade não apurámos morreu e outro ficou ferido em virtude de terem sido alvejados com uma de fogo do tipo AK-47, num assalto perpetrado por gente desconhecida, que se apoderou de 13 mil rands e 90 mil meticais das vítimas, na manhã de 23 de Setembro, no mercado Compone, no bairro de Maxaquene, na capital moçambicana.

O homicídio, descrito como qualificado pelo Comando da Polícia da República de Moçambique (PRM) em Maputo, aconteceu por volta das 11h00 daquele dia. Orlando Mudumane, porta-voz desta força da Lei e Ordem, narrou que os indivíduos, ainda por deter, dirigiram-se a um banca onde as vítimas trocavam dinheiro estrangeiro por nacional ou vice-versa.

O cidadão que sobreviveu à incursão dos supostos bandidos encontra-se neste momento sob cuidados médicos no Hospital Central de Maputo (HCM).

Refira-se que entre 14 e 20 do mês em alusão, um grupos de presumíveis assaltantes também não identificados, munidos de pistolas, invadiram uma casa de câmbios e um estabelecimento comercial e apoderam-se de um total de 410 mil meticais nos bairros da Coop e Polana Cimento “A”, em Maputo.

Na altura, o porta-voz da Polícia disse que na casa de câmbios os malfeitores apoderam-se de 250 mil meticais e no estabelecimento comercial de 160 mil meticais, para além de terem ameaçado as pessoas que estavam nos dois locais. Um guarda foi preso por suspeita de envolvimento no caso. Os dois crimes ainda não foram esclarecidos.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!