Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Argentina 4 -Coreia do Sul 1: O que eles disseram depois do jogo

“Quero parabenizar os meus jogadores por terem feito o que tinha sido planejado. Merecíamos uma vitória assim porque já contra a Nigéria tínhamos insinuado uma partida como esta. À exceção do lance do Demichelis, mandamos no jogo e tocamos a bola como quisemos. A Coreia do Sul não conseguiu encontrar-nos, nunca teve a bola e, tirando um contra-ataque no segundo tempo, não deu quase nenhum remate à baliza. O golo que sofremos deu-nos força, e fomos para o segundo tempo com ainda mais vontade. Uma manchete para hoje? A Argentina foi implacável.” Diego Maradona, treinador da Argentina.

“Não esperava perder por esta diferença, mas tudo será decidido na última partida do grupo. Não jogamos bem, e os argentinos jogaram. Eles tiveram sorte no primeiro golo e nós não convertemos as nossas oportunidades. Esta derrota nos permite tirar uma importante lição para o jogo contra a Nigéria.” Huh Jung Moo, treinador da Coreia do Sul.

“Não há nada mais bonito do que marcar três golos num primeiro Mundial. Estamos contentes porque fizemos uma grande partida em todos os aspectos: jogamos bem, criamos oportunidades e fomos contundentes. Ganhamos com merecimento e agora temos de seguir na mesma linha. Estamos convencidos de que podemos fazer uma grande Copa do Mundo.” Gonzalo Higuaín, atacante da Argentina eleito melhor do Jogo.

“Sabíamos que estávamos a enfrentar uma das melhoras seleções, e por isso a nossa estratégia era antes de tudo concentrar o jogo na defesa e depois aproveitar os contra-ataques. Mas sofremos o primeiro golo muito cedo e isso afetou o nosso plano. Cometemos erros imperdoáveis na defesa e por isso perdemos a partida.” Oh Beom Seok, lateral da Coreia do Sul.

“A Coreia do Sul jogou menos do que esperávamos, mas por mérito nosso, já que tocamos bem a bola e aproveitamos as oportunidades que tivemos. Como me senti ao entrar? Normal, porque, quando a equipe está bem, as mudanças nem são percebidas. Hoje demos um bom sinal.” Nicolás Burdisso, defesa da Argentina.

“Mesmo com a derrota, não lamentamos o resultado, porque jogamos contra uma das seleções mais fortes do mundo. Tivemos várias chances, mas não conseguimos convertê-las. Se há algo de que devemos nos arrepender, são os diversos erros defensivos. Individualmente eles são melhores do que nós, e no coletivo também há uma grande diferença qualitativa entre as duas seleções.” Yeom Ki Hun, meio-campista da Coreia do Sul.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!