Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Aproveitamento pedagógico aumenta em catorze por cento

A cidade de Nampula registou, ao longo do primeiro semestre deste ano, um aumento do aproveitamento pedagógico dos alunos na ordem de 13 por cento, comparativamente a igual período do ano passado. Durante os primeiros seis meses deste ano, os Serviços de Educação, Juventude e Tecnologia (SEJT) da cidade de Nampula, obteviram um aproveitamento pedagógico dos alunos inscritos na ordem de 90.9 por cento, contra 87.3 por cento do igual período do ano passado.

Falando ao nosso Jornal, Augusto Tauancha, director dos SEJT nesta cidade, disse que, ao nível do ensino primário, a subida deveu-se à distribuição atempada do livro escolar de distribuição gratuita, para além da atribuição de apreciáveis quantidades especificadas de diverso material escolar aos alunos, no âmbito do programa Apoio Directo as Escolas (ADE).

O nosso entrevistado frisou que, para o ensino secundário geral e da única escola técnica profissional existente nesta cidade, o aumento dos números do aproveitamento pedagógico derivou da expansão das escolas secundárias gerais, associada ao grande afluxo dos graduados da sétima classe aos mesmos estabelecimentos de ensino. Num outro desenvolvimento, a fonte fez saber que o seu sector está a envidar esforços no sentido de continuar com o trabalho de expansão da rede das escolas do ensino secundário geral em outros pontos da cidade.

A titulo de exemplo, Augusto Tauancha sitou as obras de construção da futura escola secundária da Barragem como um dos exemplos concretos dos progressos que a cidade está a conhecer nos últimos dias. De acordo, ainda, com o nosso interlocutor, neste ano foram contratados 343 alfabetizadores, facto que resultou na inscrição de 8387 alfabetizandos.

Por outro lado, Tauancha deu a conhecer que, ao longo do mesmo período, o sector de educação na cidade de Nampula atribuiu nove motorizadas a igual número de coordenadores das Zonas de Influência Pedagógica (ZIPs) para garantir a flexibilidade do processo de inspecção as respectivas escolas. A cidade de Nampula tem 64 estabelecimentos de ensino, 52 dos quais são do EPC, 8 do ensino secundário geral, 2 Institutos de Formação de Professores e 1 escola técnica profissional, com um total de 84.829 alunos assistidos por 3.728 professores.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!