Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Após 26 anos, Ferguson deixará comando do Manchester United

O técnico do Manchester United, Alex Ferguson, vai aposentar-se no final desta temporada, após mais de 26 anos no cargo, disse o clube na quarta-feira. A despedida acontecerá após a partida contra o West Bromwich Albion, em Manchester, no próximo dia 19.

“A decisão de reformar-me fez-me pensar muito, e não tomei despreocupadamente. É a hora certa”, disse Ferguson, de 71 anos, que comandou o clube em 1.498 partidas.

Os favoritos para sucedê-lo são David Moyes, também escocês, que treina o Manchester, ou o português José Mourinho, do Real Madrid, que já passou pelo Chelsea.

Desde que substituiu Ron Atkinson, em 1986, Ferguson conquistou 13 títulos ingleses, cinco Copas da FA e duas Ligas dos Campeões. Ele permanecerá no clube como diretor e “embaixador” do clube.

“Era importante para mim deixar uma organização no seu melhor estado possível, e acredito que eu tenha feito isso”, acrescentou Ferguson, que já havia cogitado aposentar-se na temporada de 2001/02, mas mudou de ideia. “A qualidade deste elenco vencedor, o equilíbrio de idades dentro dele, é um bom prenúncio para o continuado sucesso no mais alto grau, ao mesmo tempo em que a estrutura do juvenil assegurará que o futuro do clube em longo prazo continuará brilhante.”

“As nossas instalações de treino estão entre as melhores do desporto global, e a nossa casa, o Old Trafford, é corretamente considerada um dos melhores estádios do mundo.”

Ferguson tornou-se no mais antigo técnico britânico atuando no mesmo clube. Sob seu comando, o clube saiu da sombra do rival Liverpool e tornou-se numa potência. Também nesse período, o Manchester United foi adquirido pela família norte-americana Glazer, em 2005, numa decisão que desagradou aos adeptos.

O treinador deu indicações de que pretendia aposentar-se, e em nota antes do jogo de domingo contra o Chelsea pareceu insinuar que continuaria o seu reinado como o mais vencedor técnico do mundo. “Resta ver se estarei por aqui para supervisionar mais uma década de sucesso, mas certamente não tenho planos no momento de me afastar daquilo que eu acredito que será algo especial e digno de estar por aí para ver”, escreveu ele.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!