Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Anadarko anuncia USD 2,64 bilhões pela transação de parte do bloco offshore de Moçambique

Anadarko Petroleum Corporation anunciou esta segunda-feira (26) que firmou um acordo definitivo com a ONGC Videsh Ltd. (OVL), uma subsidiária de Petróleo e Gás Natural, para vender 10 porcento de juros em Offshore zona um Moçambique (zona um) no valor de 2,64 bilhões de dólares e continuará a ser o operador da área um, com uma participação de 26,5 porcento.

O presidente da Anadarko, Al Walker, afirmou que “esta transação demonstra a nossa capacidade contínua de criar valor substancial através da exploração e ira acelerar novamente o valor de nossos projetos a longo-prazo através de monitorizações atraentes e capital de terceiros”.

“Moçambique LNG é um projeto de energia global “premier”, e estamos ansiosos para trabalhar com os nossos parceiros e o governo para avançar este desenvolvimento de classe mundial. A transação é será concluída no final de 2013 e está sujeita a direitos preferenciais existentes, aprovações governamentais e outras condições de conclusão habitual”.

A área um é operada pela Anadarko Moçambique área um Limitada (uma subsidiária integral indireta da Anadarko) e está localizada na bacia do Rovuma em águas profundas de Moçambique. O bloco nos seguintes complexos : prosperidade, golfinho e atum que em conjunto estão avaliados em cerca de 35 a 65 trilhões de pés cúbicos de recursos recuperáveis de gás natural.

Em cooperação com o governo de Moçambique, a Anadarko, os seus parceiros e a Eni (como operador do bloco quatro área adjacente) continuam a avançar o desenvolvimento de um parque de LNG, onde a primeiras exportação esta prevista para 2018. São parceiros da Anadarko na zona um a Mitsui EP Moçambique Área um Limitada (20 porcento), BPRL Ventures Moçambique B.V. (10 porcento), Videocon Moçambique Rovuma Área um Limitada (10 porcento) e PTT Exploração e Produção Plc (8,5 porcento). A Empresa Nacional de Hidrocarbonetos E. P (ENH) com 15 porcento durante a fase de exploração.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!