Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Amrit Daya, aos 79 anos, é o voluntário mais idoso do Mundial

Amrit Daya, com 79 anos, é o voluntário mais idoso a participar do Mundial da África do Sul, mas em entrevista à AFP diz que se sente jovem, principalmente às vésperas de completar oito décadas de vida no próximo dia 18 de julho. “Tenho 79 anos. Não sinto minha idade. Tenho o coração jovem, apesar de ter dois ‘bypass'”, comenta ele, que faz parte das 18.000 pessoas selecionadas para ajudar no Mundial.

Daya jamais imaginou que poderia participar da maior festa do futebol mundial, em um país cuja história foi marcada pelo apartheid. “Não podíamos ir a restaurantes. Não podíamos ir à praia. Quando contamos essas histórias aos nossos filhos, eles não acreditam”. “Como ativista, participei no combate, sem me dar conta de que veria a democracia em minha vida. É tão bonito ver que a África do Sul é um país livre”, comenta ainda.

Os organizadores do Mundial receberam cerca de 70.000 candidaturas para o voluntariado durante o torneio, procedentes de países. Os escolhidos trabalharão como auxiliares nos estádios, como guias para os visitantes nos aeroportos, para ajudar os meios de comunicação a obter credenciais e para permitir resolver qualquer questão administrativa.

Para Daya, ser voluntário será uma grande experiência, pois o Mundial constitui, segundo ele, um dos maiores êxitos de seu país. “Vai ser uma experiência extraordinária em minha vida. Não sei quanto tempo ainda tenho neste planeta, por isso o que puder fazer agora, quero fazer agora, porque não vou vivenciar isso de novo”, concluiu.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!