Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Alunos do ensino secundário plantam mais de mil árvores

A Escola Secundária de Meconta superou o cumprimento da directiva “Um Aluno, uma Planta” emanada do Chefe do Estado, Armando Guebuza, ao plantar durante o presente ano lectivo 1.085 árvores de fruta e sombra, respectivamente, no seu pomar e no seu pátio escolar, distribuídas a 745 alunos.

Contudo, o director da escola, Remígio Jonas Kutikinanga, explicou que, desde que o processo de plantio de árvores iniciou em 2008, ano em que entrou em funcionamento aquele estabelecimento de ensino na vila sede do distrito, foram perdidas 400 plantas, maioritariamente fruteiras devido à falta de água na época seca e de vandalização por parte dos animais domésticos da população que vive nas cercanias da escola.

A este propósito, o governador de Nampula, que visitou aquele projecto de plantio de árvores e que considerou um dos poucos casos de sucesso da província, orientou as autoridades administrativas do distrito de Meconta para que, até Junho próximo, as famílias que residem dentro do recinto escolar sejam retiradas.

A Escola Secundária de Meconta na sede distrital, foii fundada em 2008, como resultado de pedidos sucessivos dos residentes daquela vila que nas diversas visitas que altos governantes faziam, por considerarem um paradoxo alguns postos administrativos, como Namialo e Corrane possuírem este nível de ensino, e a própria “capital” do distrito não ter.

Nessa altura, arrancou com um efectivo de 482 alunos, assistidos por cinco docentes com nível superior e outros tantos médios. E no presente ano lectivo conta já com 1.236 alunos da oitava a décima primeira classes, nos cursos diurno e nocturno, com a assistência efectiva de 27 professores.

Ainda no distrito de Meconta, o governador de Nampula, Felismino Tocoli, foi informado que no posto administrativo de Corrane, onde também efectuou um visita de trabalho, funciona uma rede escolar com quatro ZIP’s (Zonas de Influência Pedagógica) com 41 escolas das quais 34 do EP1, seis do EPC e uma ESG do primeiro ciclo, para além de um centro internato na Escola Secundária local.

No presente ano, o posto administrativo de Corrane foi contemplado com a abertura de três estabelecimentos do EP1 nos povoados de Mopone, Kuakuachiane e Namakava, facto que significa o crescimento da rede em sete pontos percentuais em relação ao ano passado.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!