Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Mundial 2014: Alemanha atropela Portugal por 4 x 0 com três golos de Mueller

Thomas Mueller comemorou o seu 50º jogo com a camisa da selecção alemã com três golos, liderando a Alemanha numa goleada sobre Portugal por 4 x 0, esta segunda-feira (16), pelo Grupo G da Copa do Mundo.

Portugal teve a sua equipe reduzida a 10 jogadores no fim do primeiro tempo dois de Pepe ser expulso, deixando a equipa mais exposta. Esperava-se que fosse um confronto equilibrado entre as duas equipas europeias, mas a Alemanha assumiu o controle logo no início da partida e Mueller soube aproveitar bem as oportunidades que teve.

“Três golos num único jogo, na partida de abertura contra um rival deste, é óptimo”, disse Mueller à televisão alemã. “Nos últimos quatro anos eu tive alguma experiência no futebol internacional e não sou o tipo de cara que fica com medo”, acrescentou. “Entramos no jogo muito bem, tivemos algumas chances e de repente estávamos com 2 x 0 à frente. No calor assim, uma liderança como essa é uma grande vantagem.”

Mueller marcou o primeiro golo ao converter um penalti aos 12 minutos, sofrido por Mario Goetze, e Mats Hummels ampliou o placar aos 32 minutos com um golo de cabeça depois da cobrança de um pontapé de canto.

O defensor português Pepe, furioso com o que considerou ser uma simulação de Mueller depois de uma colisão em campo entre os dois, foi expulso aos 37 minutos por encostar a testa na cabeça do adversário sentado no chão.

Com a chanceler alemã, Angela Merkel, na Arena Fonte Nova, Mueller marcou o terceiro golo nos acréscimos do primeiro tempo e também balançou a rede aos 33 minutos da segunda etapa, depois de a Alemanha ter desperdiçado algumas boas chances.

As trocas de posições no ataque entre Goetze, Mueller e Mesut Ozil deixaram confusa a equipe de Portugal, cujo talismã Cristiano Ronaldo, eleito o melhor do mundo pela Fifa em Janeiro, acabou sendo um observador durante grande parte do jogo.

A sua melhor oportunidade foi numa cobrança de falta de longa distância, defendida por Manuel Neuer. A goleada alemã envia uma forte mensagem aos candidatos ao título no Brasil e deixou Portugal em posição difícil nas partidas contra os Estados Unidos e Gana.

“Temos que analisar isso com toda a calma”, disse o técnico de Portugal, Paulo Bento. “Tentamos na segunda parte, mas não tivemos sucesso. Perdemos o jogo na primeira parte e não conseguimos mudar isso na segunda.” “A Alemanha jogou bem, com dois golos rápidos e três na primeira parte. E então perdemos Pepe. Os nossos contra-ataques também não funcionaram.”

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!