Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Alemanha 4 – Inglaterra 1: O que eles disseram depois do jogo

“Estamos muito satisfeitos. Foi uma atuação fantástica contra a experiente equipe da Inglaterra. Tenho certeza que os torcedores gostaram de assistir a esta partida. Jogamos com muita confiança e os primeiros gols foram ótimos para o nosso moral. Eu disse à equipe no intervalo que precisávemos tentar marcar o terceiro. Sabíamos que poderíamos matar a Inglaterra no contra-ataque, porque os ingleses estavam muito abertos. Os nossos jogadores foram brilhantes. E quero parabenizar o Thomas Müller. Ele mostrou muita frieza diante da baliza.” Joachim Löw, técnico da Alemanha.

“Jogamos bem, mas a Alemanha é uma das melhores equipes deste Mundial. Cometemos alguns erros quando eles nos contra-atacaram. Os detalhes sempre decidem o placar final. Depois que sofremos o terceiro golo, achei a nossa atuação um pouquinho decepcionante. Aconteceram erros porque eles subiram no contra-ataque depois da nossa cobrança de falta.” Fabio Capello, técnico da Inglaterra.

“Tive sorte no primeiro golo, mas graças a Deus escolhi ir pelo lado certo. Sempre acreditei que é muito importante não entrar em pânico na hora de chutar. Agora nada é impossível, mesmo que tenhamos um osso duro pela frente (contra a Argentina). Mas não importa, só temos de abrir o caminho. Estamos concentrados no nosso objetivo neste torneio e já reservei espaço para o troféu lá em casa.” Thomas Müller, atacante da Alemanha eleito melhor do Jogo.

“A Alemanha tem uma equipe sensacional e mereceu a vitória. Vamos embora e refletir sobre o que deu errado e sobre por que não fomos mais longe no torneio. Hoje cometemos um grande erro como equipe e fomos superados por um bom adversário. Eles mostraram mais precisão na frente do gol e cometeram menos erros do que nós. Fomos punidos por isso.” Steven Gerrard, meio-campista e capitão da Inglaterra.

“Estou muito orgulhoso da equipe e do que fizemos nos 90 minutos. Jogamos muito bem taticamente, todos seguiram o plano. Fomos compactos na defesa, roubamos muitas bolas no meio-campo e os atacantes mostraram boa movimentação. Respeitamos tanto o México quanto a Argentina, mas não temos medo algum. Somos uma boa equipe, temos muitas qualidades e podemos mirar as quartas de final. Estamos confiantes.” Bastian Schweinsteiger, médio da Alemanha.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!