Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Águas negras perigam saúde pública

Moradores do bairro de Muatala acusam as autoridades municipais de nada estarem a fazer para melhorar o sistema de saneamento do Matadouro Municipal que chega a provocar um cheiro nauseabundo no local.

Segundo os moradores, apesar do anúncio propalado no passado mês de Fevereiro, da reabilitação e transferência do edifício para um outro local devido às precárias condições de abastecimento de água potável para lavar os animais depois de executados e outros fins, falta do sistema de esgotos que se encontra destruído desde o ano de 2002, inexistência de corrente eléctrica, e a acumulação de excrementos de animais abatidos, a deplorável situação continua na mesma.

Aliás, a nossa reportagem deslocou-se ao local onde constatou que não houve nenhuma reabilitação e nem transferência do Matadouro em causa, mas apenas a pintura do local de abate dos animais, para depois voltar a funcionar nas mesmas condições em que se encontrava antes do anúncio do sua transferência para um outro sítio.

Alguns funcionários da instituição, que falaram à nossa repprtagem, afirmaram que, depois do presidente do Município de Nampula, Castro Sanfins Namuaca, ter anunciado a transferência do Matadouro Municipal para um outro local, houve uma paragem de cerca de 30 dias, período que serviu somente para pintar o local de pesagem de animais depois de abatidos.

Aquelas fontes, afirmaram que trabalham sem um mínimo de condições que garantam o exercício adequado do seu trabalho visto que, para além de terem que suportarem o cheiro nauseabundo que exala naquele local devido à acumulação de excrementos de animais, confrontam-se com a falta de todo tipo de material requerido para aqueles serviços, incluindo máscaras, luvas e botas.

Acrescentaram que, à noite, o edifício do Matadouro Municipal tem-se transformado num autêntico fantasma devido à falta iluminação derivada da falta de corrente eléctrica.

Entretanto, resultatam em fracasso todas as diligências empreendidas pela nossa reportagem no sentido de obter algum esclarecimento acerca da situação que se arrasta há já bastante tempo.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!