Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Agrária de Inhamizua colcoca 104 técnicos no mercado do trabalho

A Escola Agrária de Inhamizua, na província de Inhambane, Sul de Moçambique, graduou 104 técnicos agrários de nível básico que vão reforçar a produção agrária e o combate a pobreza no pais.

 

 

Falando, Sexta-feira última, no acto de graduação, o Director provincial da Educação e Cultura em Inhambane, Pedro Baptista, disse que o Governo depositou confiança nos graduados porque vão incrementar alternativas locais tomando o distrito como pólo de desenvolvimento.

São 104 graduados, dos quais 60 são mulheres, que são chamados a alargar a frente agrária, dando-a um novo conceito e imagem.

“Que a agricultura que vão praticar seja sustentável e caracterizada por uma maior produção e oferta de alimentos aos moçambicanos e a outros povos da região e do mundo”, disse Baptista, destacando a necessidade de os técnicos libertarem a sua iniciativa criadora.

Baptista explicou que a estratégia do Governo acresce-se na educação técnica profissional por ser nesta área onde se encontram cidadãos activos que sabem fazer e estar.

“Conhecem variadas formas de multiplicação de plantas, a enxertia, a alporquia, os cuidados a ter com os animais e outras técnicas que concorrem para elevar os índices de produção e da produtividade. O país precisa de vocês não só para a tutória das plantas como também dos próprios camponeses”, disse Baptista.

De acordo com ele, os camponeses, implementando bem as técnicas agrícolas, contribuirão para uma dieta alimentar saudável e para o repovoamento pecuário.

Os graduados, na voz do Director provincial, deverão implementar os métodos e técnicas agro-pecuárias para tirar Moçambique do lugar de importador de arroz, batata, legumes, frangos e outros produtos que podem ser produzidos e exportados pelos moçambicanos.

Para que tal objectivo seja tornado realidade, Baptista disse ser de capital importância que os finalistas aliem toda a teoria assimilada e a pratica.

Segundo Ele, Moçambique tem terras férteis em abundância onde se pode empreender todo o conhecimento e divulgar as boas praticas de produção agrícola e pecuária.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!