Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Afrotaças: Campeões “despenham-se” e muçulmanos avançam

A Liga Muçulmana derrotou, no último sábado (02), a equipa do Gaberone United do Botswana, em jogo da segunda “mão” da pré-eliminatória de acesso à Taça CAF. Com o triunfo, os muçulmanos seguem para a fase seguinte, destino diferente do que teve o Maxaquene, campeão nacional, que voltou a perder para, precocemente, se despedir da luta pela fase de grupos da Liga dos Campeões Africanos.

Nem sempre os filhos que saem da mesma casa têm a mesma sorte fora. Que o diga o Maxaquene e a Liga Muçulmana que, no último sábado, registaram resultados meramente antagónicos e que lhes presenteou com destinos também dissemelhantes.

Se, por um lado, a Liga Muçulmana somou e seguiu rumo à fase final da Taça CAF ou, simplesmente, a Taça Nelson Mandela, o Maxaquene sofreu mais uma derrota e despediu-se precocemente da luta pela Liga dos Campeões Africanos.

Os muçulmanos da capital, jogando em casa e diante de um público incomensurável, que acedeu ao campo da Matola para apoiar, acima de tudo, a moçambicanidade, resolveram a eliminatória cedo, tal como prometera Litos na antevisão do mesmo durante a semana. Aliás, a história vivida na primeira “mão” voltou a acontecer, com a Liga Muçulmana a abrir o marcador volvidos dois minutos, por intermédio de Reginaldo.

Mérito nesta jogada que culminou com o tento vai para o malawiano Joseph, que soube tirar as medidas dos defesas tswanas e do respectivo guarda-redes, para centrar o esférico pela esquerda até à cabeça do avançado da equipa vencedora da edição 2013 da Taça de Moçambique, que nada fez senão atirá-la para o fundo das malhas.

Instantes após o golo, os muçulmanos baixaram de nível e de qualidade de jogo, remetendo-se à defesa para não sofrer, o que pareceu estranho para quem assistia ao desenrolar da partida e agradado com a atitude audaciosa da Liga nos primeiros minutos. Por esse motivo, os muçulmanos sofreram e só não aconteceu o pior porque na baliza estava um excelente guarda- -redes que responde pelo nome de Caio.

Na segunda parte, a equipa muçulmana tentou impor o mesmo ritmo com que entrou no jogo, porém, encontrou um adversário estudado que não se intimidou, investindo a todo o custo no ataque, com vista a empatar a partida. Os muçulmanos, nesta etapa do jogo, limitaram-se a defender – ainda que jogando ao contra-ataque – e por diversas vezes Caio foi chamado a pôr em prática o seu talento.

Um a zero foi o resultado final, encerrando a pré-eliminatória com o agregado de 3 a 2 a favor da Liga Muçulmana, equipa que segue agora para a primeira eliminatória de acesso à Taça Nelson Mandela. O seu próximo adversário é o Lob Star da Nigéria.

Ainda naquele sábado, a equipa campeã nacional, o Maxaquene, despediu-se da corrida de acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões Africanos ao perder por 1 a 0 diante do Mochudi Center Chiefs, do Botswana, o mesmo resultado com que terminou o jogo da primeira mão em Maputo.

Sobre o Lobi Stars da Nigéria

O Lobi Stars é um clube de futebol com sede em Makurdi, na Nigéria. Actualmente, milita na Primeira Liga de Futebol daquele país, e o seu campo, o Aper Aku Stadium, conta com uma capacidade para 15 mil espectadores.

Foi a primeira equipa a vencer a primeira edição da “Premier League”, o principal campeonato de futebol da Nigéria, em 1999, para em 2005 tornar-se finalista vencido da Taça da Nigéria. Na época desportiva 2008/2009, o clube assistiu à sua pior campanha quando, mercê de 13 vitórias, 10 empates e 15 derrotas, evitou a despromoção por apenas um ponto. Em 2009 foi privatizado, perdendo, desta forma, a intervenção directa do Estado.

No que às Afrotaças diz respeito, esta equipa conta com uma aparição na Liga dos Campeões em 2000 quando atingiu a fase de grupos e duas na Taça CAF, em 2004 e 2006, tendo ficado pelo caminho na segunda rodada.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!