Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Afrobasket feminino: “Samurais” derrotam Gabão e enfrentam a Nigéria nos quartos

Afrobasket feminino: “Samurais” derrotam Gabão e enfrentam a Nigéria nos quartos

Liderada pelas experientes Deolindas, Ngulela e Gimo, e ainda por Odélia Mafanela, a selecção feminina de Moçambique derrotou na noite da passada terça-feira (29) a sua congénere do Gabão por 79 a 49 pontos, em partida da última jornada do grupo B do Campeonato Africano de Basquetebol, que decorre nos Camarões, e vai enfrentar a Nigéria nos quartos-de-final.

As gabonesas até marcaram primeiro e fizeram 4 a 0, mas Odélia tratou de abrir o placar para as “Samurais” e um triplo da capitã Deolinga Ngulela, que voltou a ser decisiva somando 13 pontos no jogo, colocou as nossas meninas na liderança e depois foi sempre a aumentar a vantagem que no final do primeiro período já era de nove pontos.

Novamente marcaram primeiro as gaboneses, no início do segundo período, mas a capitã moçambicana estava “on fire”, encestou dois, converteu da linha de lances livres e voltou a acertar uma bomba. Com a sua pontaria afinada, Odélia converteu 23 pontos em toda a partida, garantindo a vitória ao intervalo por 22 a 36 pontos.

A poste do Ferroviário de Maputo abriu o marcador no terceiro período e foi sempre a somar para Moçambique com Deolinda Gimo a ampliar a maior vantagem até então, de 51 a 24 pontos. Tinha decorrido mais de metade do período quando Geraldine Robert converteu os primeiros pontos para o Gabão: era a mais inconformada e conseguiu somar mais alguns pontos.

Porém, as moçambicanas estavam imparáveis e Inguivilde Mucaro somou os últimos dois pontos que davam vantagem de 26 pontos à entrada dos últimos dez minutos da partida.

Elizabeth Pereira contribuiu com os primeiros pontos do último período para Moçambique, as ugandesas ainda deram luta, mas uma bomba de Deolinda Gimo, fez 12 pontos nesta partida, colocou a liderança em 30 pontos.

Como ainda havia muito tempo até o final, Nazir Salé aproveitou para colocar as novatas na quadra que geriram bem a vantagem e chegaram mesmo a aumentá-la ligeiramente, tendo Dionilde Cuamba feito 69 a 37.

Depois o ritmo da partida, que já estava ganha, diminui e as ugandesas somaram mais alguns pontos mas não evitaram a derrota por 30 pontos.

Foi a terceira vitória de Moçambique, em cinco partidas, que colocaram a nossa selecção na 3ª posição do grupo B com oito pontos.

As “Samurais” vão nesta quinta-feira (01) enfrentar as nigerianas, segundas classificadas do grupo A, em que apenas perderam frente à ainda campeã Angola.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!