Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Afrobasket: Exigências da FIBA desorganizam o calendário da prova

Depois do atraso na chegada da delegação zimbabweana em Maputo no primeiro dia da prova, o que originou o adiamento do jogo diante de Moçambique para às 18 horas desta segunda-feira (23), neste domingo (22) a prova voltou a registar uma alteração inesperada do calendário.

Os jogos que haviam sido marcados para este domingo (22) foram adiados para esta segunda-feira (23), dia em que Moçambique iria defrontar o Zimbabwe em partida de acerto de calendário da primeira jornada no lugar do descanso previamente programado.

Havendo permuta, a selecção nacional defrontou e derrotou a equipa zimbabweana (117 – 28) no domingo sendo que, neste dia 23 de Setembro, vai jogar diante da Argélia a partir das 19 horas.

Os motivos, esses, não deixam de ser excepcionais. À última hora, com a competição a decorrer no seu segundo dia, a FIBA-África, entidade responsável pelo basquetebol no continente negro, declinou o piso do pavilhão do Maxaquene, exigindo que se faça uma nova pintura a vermelho nas bordas e nos garrafões do mesmo, bem como a colocação de auto-colantes que identificam o nome da prova, “Afrobasket”, e o local onde decorre, “Maputo”.

Os trabalhos foram feitos na madrugada deste domingo (22), na expectativa de o pavilhão estar pronto para receber, a partir das 10 horas, os jogos da terceira jornada do certame. Debalde. A tinta não secou a tempo, o que obrigou à FIBA a ter de antecipar a partida entre Moçambique e o Zimbabwe para às 18 daquele dia, remarcando a ronda três para esta segunda-feira (23).

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!