Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

África dos Sul: Introdução de portagens na Provincia de Gauteng provoca polémica.

O Governo Sul Africano aprovou as tarifas que vão vigorar para as portagens no interior da Provincia de Gauteng, que integra cidades como Pretória e Joanesburgo. A partir duma data que vai ser anunciada oportunamente, os motoristas que circulem dentro da Provincia vão ter de pagar portagens.

Segundo a Rádio Moçambique(RM), a Central Sindical (COSATU) considera que esta medida constitui um meio de exclusão de uma determinada camada social e adverte que esta é uma forma retirar os parcos rendimentos que os trabalhadores obtêm no exercicio da sua actividade. Para uma viatura ligeira o preço vai ser de 40 cêntimos do rand por quilómetro. Isto significa que muitos cidadãos terão de pagar uma factura alta se tiverem que se deslocar dum ponto para outro. Se tiverem que se deslocar de Pretória para o Soweto vão ter de pagar uma média de 24 randes por cada trajecto. Isto pode representar, em apenas 5 dias da semana, um gasto adicional na ordem dos 960 randes por mês.

Estão isentos do pagamento destas portagens os “chapas” e os autocarros de transportes de passageiros devidamente licenciados. Em todas as viaturas terá de ser instalado um dispositivo electrónico, que permitirá a leitura assim que ela atravesse a zona da portagem.

A RM adianta ainda que os automobilistas moçambicanos que se desloque em viatura própria à África do Sul vão ter de comprar o dispositivo electrónico de controle, cuja venda não se sabe se vai ser feita na fronteira, e carregá-lo com o valôr que prevê gastar nas suas deslocações internas. Se atravessar a portagem sem ter pago, a dívida, segundo se diz por aqui, será canalizada para as fronteiras sul africanas, por forma a que o pagamento seja feito pelo condutor no regresso ao seu País.

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!