Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

África do Sul faz segredos sobre a cerimônia de abertura

A cerimônia de abertura da Copa do Mundo será realizada em dois tempos em Johannesburgo: a primeira com a apresentação, na quinta-feira, de Shakira, Black Eyed Peas e artistas locais, numa prévia do show que vai acontecer no dia seguinte, antes de África do Sul e México enfrentarem-se no Soccer City. O show de pré-abertura, que vai ao ar para o mundo inteiro a partir das 21h, acontecerá no estádio Orlando, em pleno bairro do Soweto.

Os bilhetes, que custavam até 1400 rands, esgotaram-se rapidamente. A artista colombiana cantará o hino oficial da competição, “Waka Waka” (“Essa é a hora da África”) com o grupo pop sul-africano Freshlyground. Além dos movimentos sensuais que habitualmente faz em seus shows, Shakira terá também uma coreografia tipicamente africana.

O também colombiano Juanes e os americanos Alicia Keys e John Legend também farão parte da festa, junto com estrelas africanas de renome internacional, tais como Angélique Kidjo, Amadou e Mariam e Gospel Choir.

Sindicatos de artistas africanos, apesar da presença desses últimos, pedem um boicote ao show com a alegação de que ele “não é muito africano”. O governo nega essa acusação: a renda dos ingressos se destina a uma associação da Fifa que promove ativistas desportivas em bairros pobres na África.

No dia seguinte ao espectáculo acontece a partida de abertura entre os Bafana Bafana e o México às 16 horas, depois começará um espetáculo de 25 minutos e cujo enredo a Fifa mantém em absoluto sigilo. Ou pelo menos pretende manter, uma vez que já soube-se que contará com 2 mil artistas e terá a direção do músico Lebo M, filho do Soweto e produtor do famoso musical “O Rei Leão”.

O ex-presidente Nelson Mandela pediu que a música “Hope” estivesse no roteiro, na voz do sul-africano Siphiwo Ntshebe, mas o jovem tenor morreu no dia 25 de maio, aos 34 anos, vítima de meningite. Na África do Sul circula que o americano R Kelly, o argelino Khaled e o nigeriano Femi Kuti estão no show e que o cantor de R&B Timothy Moloi vai substituir o tenor.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!